Bandas: ZÊNITE

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2013

O ZÊNITE iniciou as atividades em 1987 em Belém / PA, mas atualmente estão erradicados em São Paulo. Este Following The Funeral, lançado em 2013, via Rock Distro, é apenas o terceiro full deles.

O álbum inicia com “Blood”, que começa arrastada, com um ótimo trampo das guitarras de Wellington Tibúrcio e Paulinho Cruz. Ela acelera no meio, mas volta a se arrastar no final. A faixa seguinte, “Worms of Hate” é um thrash violento, mas que não trás nada de novo. A faixa título, “Following the Funeral” segue a anterior em termos rítmicos, enquanto em termos musicais nota-se que a dicção do vocalista Marcelo Histeria deixa a desejar.

A faixa “Smile, Christian” tem uma letra interessante, mas casaria melhor com mais peso que com velocidade. Neste ponto, “Death to The Dawn” é mais bem explorada, mas há momentos que a bateria de Sandro Maués entra num ritmo muito quebrado.

Se “Return of The Devil” fosse mais ousada, com pedais duplos de bateria, seria uma faixa fortíssima.

O cd fecha com “Cursed Cemetery”, uma faixa de 1988 e que casa bem com o estilo apresentado pelos caras.

Particularmente eu esperava mais deste material e alguns pontos que não me agradaram foi que o som não é bem equalizado ao longo de todo o cd. A bateria ora embola, ora estala, a timbragem das guitarras também é mais suja e não evidencia os riffs. Há outros dois fatores também passíveis de comentários: Falta de peso nos pedais da bateria e falta de peso no baixo, que deixou o trabalho de Luiz Lobato em segundo plano.

Boa parte das faixas soam burocráticas, travadas. Os caras são bons músicos mas não se soltam. Talvez, ao vivo eles sejam melhores que neste trabalho.

Cheers!!

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site