Banda: THE LEPRECHAUN

Categoria: Country/Rock

Ano: 2014

Se fazer Metal extremo ou Rock tradicional já não é tão recompensador em nosso país, o que dizer de folk misturado ao Rock, então?

THE LEPRECHAUN tem dois anos de formação, sempre investindo numa pegada meio country/rock. Mas desta vez, em 2014, eles vieram com o álbum "Long Road", que pende um pouco mais para o folk/country/rock. Eu diria que com grandes pitadas de música renascentista tanto nas partes instrumentais quanto nas líricas.

Numa versão Digipack a banda, que é composta por uma equipe grande, sendo: Fabiana Santos (vocal); Bruno Stankevicius (guitarra); Paulo Sampaio (guitarra); Rafael Shardosim (banjo); Eric Fontes (baixo);  Fernando Zornoff (batera) e Andrew Nathanael (Fiddle), lançou 12 canções nesta linha folk/country/rock.

A música de abertura "Culprits and Victims" faz um pouco dessa mescla que acabo de comentar, apesar da música parecer ter mais influência para o country, mas ainda assim se sentem aqueles elementos renascentistas. Esta música carrega bastante arranjos de banjos, que a deixou super interessante. Também seguem a proposta country as músicas "Blood Puddles",  "How Brave We Are" e "Lemon Trees". Nesta última você percebe a proposta até nos backing vocals que se não estivesse ali você sentiria um vazio. Também preenchendo os arranjos você ouve lá no fundo algumas palmas. "Hold the World" se encaixa perfeitamente em alguma trilha sonora de filme dessa linha country.

Quanto as canções que encarei com a tendência folk, cito "Melancholic Singings" e "They Won't Control Our Freedom (For a Day)". Há momentos em que a voz de Fabiana me lembra Candice Night. O álbum é mais Country/Rock que folk, mas há uma música que chega a beira ao country mais Pop, que é a música "Dead Stars", mais pela voz de Fabiana que neste momento, unicamente, me remeteu a Shania Twain‎.

Uma coisa é fato, a banda tem potencial para participar de qualquer festival grande pelo mundo afora. Talvez, em nosso pais também, mas o que quero dizer é que pra eles viverem da música por aqui será mais fácil eles se renderem ao mercado pop ou eles dificilmente chegarão longe seguindo a linha de som que gostam de fazer.

[Facebook]

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site