Banda: SUNROAD

Categoria: Hard/Heavy Metal

Ano: 2013

Ao receber este novo trabalho do Sunroad, intitulado "Carved in Time", me veio uma pergunta à cabeça: como uma banda boa dessas, lançando seu sétimo CD ainda é relativamente desconhecida? Mas ao finalizar minha audição, tenho certeza que a MS Express não terá muito trabalho em alçar bem esta banda.

Este cd me surpreendeu com sua mescla de hard rock bem pegajoso e heavy tradicional, que soa bastante com bandas dos anos 80. Ele apresenta um ótimo trabalho gráfico e uma boa produção, que mostram um diferenciado nível de profissionalismo da banda.

É graças a esta citada produção que podemos distinguir bem cada um dos componente do Sunroad. Particularmente, achei a linha de frente, formada pelo vocalista Harion Vex e o guitarrista Netto Mello simples e muito competente. Da voz de Harion não saem exageros enquanto que a guitarra de Netto não expele riffs e mais riffs em velocidade absurda. Quem se sobressai em vários momentos é o baixista Akasio Angels, que além de marcar bem o compasso e alinhar o ritmo com o batera Fred Mika, ainda encorpa algumas composições com arranjos ousados. Vale salientar que, todas as letras do CD são de autoria de Fred, o líder e único presente em toda a discografia da banda.

Dentre as 11 faixas do CD eu destacaria "Master of Disaster", com seu refrão marcante e ritmo cadenciados, "The Only Ones", um hard rock bem consistente, a balada "Commomplace Heat", que tem algumas incursões do vocal feminino de Olivia Bayer e refrão coletivo. Um pouco de peso se apresenta na faixa “Five Years Wanted", que lembra um pouco do Helloween dos últimos dias de Michael Kiske no vocal.

Outro bom destaque é a faixa de encerramento "Backing Again", que vem recheada de sentimento na interpretação de Harion.

Como pontos de atenção eu citaria que a pronúncia de Harion em alguns momentos deixa a desejar, tanto que mesmo sem ler o encarte se notam alguns deslizes (e se tratando de um estilo onde a voz se sobressai, qualquer errinho é notado). Outro ponto de atenção é que faixas como a instrumental "Mission" tem uma equalização bem diferente das demais, quebrando um pouco da boa acústica do CD.

Mas no geral, posso dizer que é um CD que agradará muitos amantes de músicas de boa qualidade.

[Assessoria]

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site