Bandas: SICK SICK SINNERS

Categoria: Psychobilly

Ano: 2014

Se você gosta daquela linha de som nervoso, meio metal, meio punk, então a SICK SICK SINNERS é a banda certa pra você . Tendo como um dos músicos um cara que já tem experiência nessa pegada , o Mutant Cox (baixo e vocal) , que também toca na Hillbilly Rawhide, acompanhado de Vlad (guitarra/vocal) e Emiliano Ramirez (bateria/vocal).

Eles nos apresentam um full em formato dig ipack , com 10 músicas executadas em 25 minutos, então já viu como eles mandam a mensagem de forma avexada mesmo.

cd se chama ‘Unifuckinstoppable’  e abre com a música “Coffe Freak”, que é propícia a fazer você chacoalhar cabeça, braços e pernas, pois o som é um perfeito Psychobilly . A  cipoada “Where is my Baby Girl?” dá sequência a este romance. O refrão de “3 Demons at my Door” é menos agressivo, porém pegajoso. Com a mesma cadência e menos nervosismo vem “Six Feet Underground”, “Wild Party in Hell” e “Same Breed”, talvez pra aliviar a pressão quando executadas ao vivo, porque pra quem já viu a banda sabe o esforço pra tocar as músicas da SICK SINNERS , prova disso são as altas carretas  que Mutant faz nas apresentações.

Não poderia faltar uma música com propriedade de apreciadores de bebida,  então aqui é apresentada “We Wanna Drink Some More”. A faixa que  dá nome ao álbum é instrumental. A melodia principal de “Bacon Seed” é de todo bom gosto  e soa ótima pra um vídeo -cli p faroeste. O CD encerra com “Wasted Everyday”, que fecha no mesmo pique que abre o álbum.

Este material teve tiragem em CD e LP. O tipo de voz, seca e ro uca dá todo aquele ambiente vintage, a ilustração feita por Wildner Lima é muito criativa, embora eu não pensasse que o som fosse assim pelo ‘visusão’, deduzi algo mais metal, mas o resultado é de total aprovação e recomendação deste Psychobilly Maldito.

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site