Proclamação do Rock

Não foi na praça da aclamação, Rio de Janeiro, mas foi no dia 15 de novembro de 2009, em Jaboatão, que rolou a Proclamação do Rock, em plena hora do almoço, quase impossível lotar um lugar as 13h00 de um domingo.

Infelizmente cheguei no meio da apresentação da STORMBLOOD, banda de abertura, os bangers ainda meio parados, talvez devido ao peso....do almoço. Mas no decorrer de sua exibição foram se agitando mais.

 


E assim a pancadaria continuou, com a banda HORRO FACE, Death Metal de ótima qualidade, apesar das fuleradas da aparelhagem os caras souberam levar adiante suas músicas. Com a casa mais cheia eles ainda detonaram o cover da Hipocrisy – Left to Rot, executado com perfeição, a prova foi os bangers correspondendo em mutilação.

Hora de exorcizar, ou melhor dizer, invocar os demônios, era a fez da EXORCISM, banda que tem uma levada que pode-se chamar de Thrash Metal Tapa na Muleira, músicas rápidas, agressivas, sem firula acompanhada de uma impecável puta presença de palco, algo que empolgou e teve retribuição do público.

 

 


Já era noite, quando os ânimos acalmaram com a apresentação da banda de BLUES OS BONS PESIMISTAS, os cara mandaram um Blues de primeira qualidade com letras em português, o trio tirou onda mandando uma música de um dos mestres do Blues Steve Ray Vaughan, com a letra do Raul Seixas, foi fantástico, sem palavras negativas pra esses caras, só tenho elogios.


Depois da calmaria do blues o bicho pegou com a entrada da banda BLACK DREAM,   os caras mandaram ver no mais puro Rock’n’Roll. De primeira linha com grandes clássicos como Deep Pupple, Led Zeppelin , Black Sabbath, entre outros, tocaram  ainda suas primeiras composições, muito boa por sinal, empolgou a todos que estavam no local, eu “proclamaria” esta banda a melhor naquela noite.

Dia de domingo, em um lugar distante, devo declinar meus comentários até o fim da nobre iniciativa de organizar esse show, muito bem sincronizado, mas não foi possível eu ficar para apreciar até o final. Estão todos de Parabéns!


Texto e fotos por Willian Headbanger