Texto por Hugo Veikon e foto por Willian Headbanger

(GALERIA DE FOTOS)

Realizado durante o meio da semana, dificilmente um show no Recife consegue concentrar um número relevante de bangers, então este já seria interessante. Assim foi o show da passagem dos mineiros da DEATHRAISER na capital pernambucana. O evento aconteceu na última quinta-feira (30.07.15) e contou com a participação das bandas locais FIRETOMB e CARRASCO.

Como há um usual atraso, comum em shows aqui, finalmente a primeira banda dá o pontapé inicial às 23h (aproximadamente). Mas o desafio da FIRETOMB abrir o evento foi superado por rodas já na primeira música. Até pudera, os caras têm seu público fiel, que além de comparecer sempre anima. A banda mandou, de cara, músicas novas que em breve serão lançadas em seu novo EP. Estrategicamente, no mesmo dia do evento, a banda lançou a música “Preacher From Hell” via Youtube, e que garantiu o acompanhamento de algunsna platéia. Além dessa citada vieram outras que integrarão tal material. Mas lógico que não poderia deixar de rolar clássicos de seu único full-length Hellvolution! Alguns gritavam por “Hell Awaits for World” e sem demora o vocalista Lucas chamou a a mesma. Outro bom e relevante momento que vale ressaltar é que desta vez achei perfeita a altura do som contrabaixo de Risaldo (nos anteriores sempre havia um comentário negativo a este respeito). Fato é que o Firetomb evolui a cada show.

Após um longo tempo (a propósito, ponto este que diminui a energia de um show) para a troca de palco, a CARRASCO subiu e começou tocando a música “Armageddon”, faixa de abertura do seu álbum que recebe o mesmo título. Como disseram no palco, eles mesmos não encaram a banda com seriedade, então observa-se que o som continua cru e ríspido. Eles mandaram a sequência do álbum e logo veio “Exorcismo Negro”. A música “O Feiticeiro” ainda será lançada, mas eles aproveitaram pra apresentá-la, porém pararam a música ainda em seu primeiro riff, pois alguém errou e tiveram que tocá-la novamente. E desta forma, levando o show mais como um ensaio ou uma festa particular, eles tocaram durante cerca de 40min.

Após mais um pouco de demora pra troca de palco, eis que veio a banda DEATHRAISER, direto de Minas Gerais, com Thrash Metal veloz. É incrível, mas a banda soa melhor ao vivo (espero que entendam isso como elogio) e parece que o público já sabia, tanto que boa parte ficou até mais tarde para ver a banda. Como eles estão divulgando o álbum “Violent Aggression”, lançado em 2011, depois de um curto instrumental executaram a faixa-título e que abre o álbum, bem como está no cd e seguiram com “Annihilation of Masses”, música que, na verdade, já veio da debut demo de 2007. Como o CD já foi lançado há quatro anos era evidente que músicas novas estariam no setlist e foi aí que eles detonaram “Corporation Paradise”. O vocal de Thiago ao vivo soa tal qual em estúdio, naquele linha de Mille Petrozza. Outras novas como “Everything Dies” e “Primitive Medicine” também foram tocadas e, com isso, imagino que já há algum novo CD sendo preparado. Pra finalizar eles tocaram um cover do Sarcófago, “Screeches from the Silence”.

Ter um show com cast nacional é mostrar que nossa cena está viva, isso poderia ser reforçado com a presença maior do público, mas vamos levar em consideração que este foi durante a semana.

 

<< Voltar ao Site