Depois de algumas horas de viagem, na ilustre companhia dos caras do Firetomb, Pandemmy e Andralls, eis que o Arena Metal PE se faz presente em mais um evento.

Desta vez fomos rumo ao “II Visions Of The Rock Festival”, tornando-se mais uma edição de um grande evento no Nordeste, lembrando que em breve será lançado o 2º DVD do evento. Pois bem, meus caros leitores, Caruaru, mais conhecida como a capital do forró, não nos passou essa impressão naquela noite, dia 26 de setembro de 2010. O que conseguimos ver foi uma verdadeira imagem viva e forte dos bangers empolgadíssimos para presenciar mais um grande evento do estilo.
Começo destacando a ótima estrutura do teatro João Lyra e agradecendo, antes de tudo, a incrível recepção na qual fomos todos recebidos. Pois bem, o evento teria como hora prevista ás 17hs, ocorrendo um atraso devido a passagem do som. O show se iniciou as 19hs.

A primeira banda foi o FIRETOMB, que começou com tudo,  num set aberto por “War”, em ótimo e perfeito som, seguida de “Devil Intervention’’, na qual é parada inicialmente para ajustes na guitarra (solo) e microfone. É notada uma boa receptividade dos bangers e, para mais empolgação, executam “Don’t Surrender”, iniciada com ótimos bumbos e “Fallen Man”, com os vocais perfeitos e bateria esmagadora.

Seguem com um belo cover do Slayer para “Jesus Saves”, executado em ótima qualidade sonora. O set segue com ”Between”, em que se destaca o excelente som do baixo, mostrando em cada apresentação que sabem bem o que fazem. Vale destaca que a ótima iluminação ajudou muito a conferir os fatos do evento.

Executam também “To Killer”. É nela em que há uma breve parada na apresentação para agradecimento ao público, dando a entender que a apresentação tinha parado por ali, mas estávamos enganados! Os caras ainda executam com tudo e marcando a noite “Hellvolution”, faixa título do cd lançado em 2010, na qual não se ouviu bem os vocais do backing. Encerra-se o show do Firetomb as 20h30.

Como a segunda banda da noite, tivemos a PANDEMMY que em mais uma apresentação fez bonito. Tendo como baixista temporário Kadu Machado, começam a apresentação. Iniciam com uma introdução em que chama mais a atenção do público, soando um ar curioso.

A primeira música a ser executada pela banda que visa fazer um Death/Thrash bem original, fica por conta de “In Front Of Death” em uma bela execução. Seguem com um set que só estava começando “Burn My Clan (The Lines Of Violence)”, que vale destacar o ótimo vocal de Rafael.

Em cada show desta banda, os bangers são levados ao delírio. Isso foi  detectado facilmente nos dois covers executados na noite: Venom In the League With Satan” e DestructionTotal Disaster”. É dada uma pausa breve para anúncio da próxima música, “Heretic life”.

Com muitos riffs e um ótimo som do baixo fez com que os bangers destruíssem a grade de proteção, fazendo com que os seguranças do local reforçassem a mesma. Momento surpresa da noite ficou por conta da nova música “Involution Of  A Lost Society”. Também fomos presenteados com mais um cover, desta vez com Megadeth “Symphony of Destruction”, executada em ótima apresentação. Finalizam a apresentação com “Self Destruction”, faixa título do primeiro trabalho da banda.

 

 

 

 

 

 

Ouviu-se claramente o som dos dois microfones e em destaque o som do baixo e bateria. Encerram a apresentação com os bangers agitados.

 

Por volta das 21hs é chegada a hora mais esperada pelo público: os Fastthrashers do ANDRALLS em sua turnê “Let’s Kill Again Tour 2010”! Eles iniciam sua apresentação com músicas como “Fear Is My Ally” e “Two Sides”, em boa execução. Vale destacar também que não  se teve queixa ao som em momento algum, pois os instrumentos, caixas e parte técnicas estavam perfeitos.

  


Seguiram com “Hate”, em um ótimo vocal agressivo “Rotten Money” e “The Age of Rage” com ótimas viradas na bateria.
Executaram um cover do RDP, Beber Até Morrer”, e continuaram com as próprias “Andralls On Fire”, “Beyond the Chaos” e “Crosses Shall Burn”. O público estava muito receptivo e empolgado, sempre headbangeando e mostraram isso mais ainda com o último cover e última música da noite: Sepultura “Slave New World”. Com um toque original eles fizeram com que a música se tornasse bem mais rápida e mais brutal, passando para nós  uma forte energia Thrash no ar.

Para quem não pôde  comparecer fica o aviso de que ano que vem tem mais. Sendo assim, as apresentações foram magníficas.
Congratulações a todas as bandas da noite, em especial Levi (produtor do evento), ao público presente e a todos que ajudaram, fazendo com que a noite fosse inesquecível e provando que Caruaru é From Hell!



Texto
por Mirella B. Figueiredo
Fotos por Willian Headbanger