GALERIA DE FOTOS

Mais uma  vez o Arena Metal PE tem a honra de presenciar mais uma apresentação de uma banda  internacional  em Pernambuco, no dia 26 de janeiro de 2013, guardem bem essa data, A DESTRUCTION banda estava  em turnê do álbum  Spitual Genocide  e comemorando seus 30 anos de carreira e para comemorar deu uma paradinha na sede do Sport Club do Recife, para festejar, por meio do convite da Blackout Discos, junto com as bandas pernambucanas  Uncivilized e Oddium.

Os caras do Oddium  deu inicio a noite que ficaria marcada na história do metal Pernambucano e na mente dos bangers presentes. A Oddium começa com a música "Explores of Humans Mysery". Logo nos primeiros acordes ouvia-se uma das guitarras mais pesados da noite, parecia que era umas 4 guitarras, no entanto era apenas o psicopata do Robertinho e sua guitarra de 1 tonelada de peso, então, formou-se um pequena roda muito  instigada. Os caras mandam mais das obras, as: "Shadows of All Fears", "Alwing For The Calling", "Tormento Eterno" (essa musica cantada em português ), "Impunity" e para finalizar "Expressio Of Destruction " um apresentação curta, mas muito intensa. Parabéns ao Oddium que a cada apresentação a banda fica melhor.

Sem muita  demora os caras do Uncivilized sobe o palco, nessa hora eram muitos os bangers presente no recinto. Eles começaram com a música "Destination", que por  alguns momento o segundo vocal ficou um  pouco baixo, mas nada que atrapalhasse o andamento das outras  3 músicas, foram elas "The Father Of Battes " Flagellum Of God" e   para finalizar  "Wingless angel"   sempre uma otima aprentação dos caras, também um apresentação cuta mais muito empolgante , com seu estilo único  denominado pela banda de Epic Death Metal os caras agradaram muito dos bangers presente.

Era chegada a hora mais espera da noite - o Destruction, e logo uma pequena intro  os gringos mandaram uma um clássico de  álbum The Antichrist de 2001 a música  "thrash Til Death" e eu acho que não poderia começar melhor. Sem dúvida os gringos em forma e com todo gás, em seguida os caras mandaram uma do seu mais recente álbum Spirutal Genocide, de 2012, e mais  uma do álbum The Antichrist. A música "Nailed To The Croos" e os clássicos não paravam. Rolou mais duas do EP Sentente Of Death de 1984 as músicas "Satans Vengeance " e "Mad Butcher". A pancadaria correu solta, correu não, rodou! Um verdadeiro tornado humano, mais uma nova: "Carnivore" e tome mais clássicos as: "Eternal Ban" e "life Wilthout Sene", do álbum Eternal Devastation de 1986, ai rolou uma pausa para dar uma respirada enquanto rolava uma vinheta que indicava que viria mais thrash metal por ai e foi o que aconteceu. Rolou mais uma nova a "Cyanide" e mais um clássico "Antichrist" do álbum de infernal Overkil de 1985, em seguida um solo de bateria. Mais clássico "tormentor" do álbum Infernal Overkill de 1985, uma perfeição.

Os bangers pareciam não acreditar de tão perfeito que estava som, rolou também a "Hate Is My Fuel " do álbum Day Reckoning de 2011 e "The "Butcher Strikes Back" do álbum  ALl  Hell Breaks Loose, de 2000. Então, rolou mais uma pausa  que já era o anúncio do fim da festa, rolou mais  dois  clássicos uma do EP Sentence Of Death de 1984  "total Desaster" e a música "bestial Invasion"  do álbum infernal Overkill de 1985, e mais uma pequeno intervalo,   anunciava o fim  com  a música Curse The Gods, do álbum Eternal Devastation  de 1986. Um apresentação perfeita.

Arena Metal mais uma vez agradece a Blackout Discos (João Marinho) pela oportunidade e parabeniza pela excelente produção. Agradecemos ao  Acclamatur Zine (guga) por  ter cedido as fotos e parabenizamos as bandas de abertura pela excelentes apresentações. Ao número de bangers que deram um show a parte, curtindo o show na maior  tranquilidade  sem problema.

Resistência Metal.

Texto por Willian Headbanger
Fotos por Acclamatur Zine

<< Voltar ao Site