GALERIA DE FOTOS

Desta vez o Arena Metal PE foi ao agreste de Pernambuco para resenhar o II Manifestação da Heresia, que rola na cidade de Caruaru. Palco do cenário underground não só de Pernambuco bem como de outros estados, e dessa vez foi para as bandas: Granada (PE), Intestinal Vomit (PI), Jezebedth (PE) e Cerberos Bestial (PI), seria também para a Cadaveric Infection (PE), mas no final você saberá o motivo.

E tudo começou com os caras do Granada, banda que faz jus ao nome. Mandam um Death Metal explosivo e de muita qualidade, demostraram muito entrosamento, mesmo com pouca empolgação por parte de boa parte dos integrantes, exceto de um dos guitarristas, mas isso não interferiu na performance resultando assim uma perfeita apresentação.

Sem muita demora vem a Intestinal Vomit, que mantiveram o clima quente. Só com um pouco mais de brutalidade, os caras mandaram um Death Metal muito foda, sem falar que o guitarrista fez um show a parte com suas excelente performance. O quarteto do Piauí mandou suas brutas obras as: “Sexo Canibal”, “Necrofilia” e “Decomposição”, que ficaram muito mais pesadas e brutais, se comparadas ao CD. No fim da apresentação um amigo da banda assumiu o vocal para finalizar uma excelente apresentação.

Já no clima de blasfêmia, os caras do Jezebedth deram início com suas malditas obras, instigando a maioria dos bangers, mesmo estando do agrando de muitos, senti que faltava ainda um pouco mais técnica musical, porque empolgação os caras têm de sobra.

Continuando com clima da blasfêmia, a Cerberos Bestial, blasfemadores do Piauí, mandaram músicas em português e o corpse print completava a essência da horda. As músicas agradaram, sem falar no excelente desempenho da horda. Nesta, também mais um músico se destacou, o baixista. Uma ótima horda do underground nacional. Finalizando o show veio um cover da Enthroned, foi o inferno.

Com isso não foi possível à apresentação da Cadaveric Infection, pois chamaram a polícia, alegando perturbação ao sossego.

Parabéns pelo excelente organização do evento, que foi de primeira.

Texto e fotos por Willian Headbanger

<< Voltar ao Site