GALERIA DE FOTOS

O Iron Fist continua sua jornada e no dia 14 de maio de 2011 realizou sua segunda edição, e promete ter outras edições. Mas naquele show em questão, com a organização do Bomber Rock Bar e o Studio Alive, os bangers pernambucanos puderam ver a estreia da banda TORTURE WAR e rever as bandas: FIRETOMB – EXTREME DEATH – PSYCH ACID, sendo essas duas de Caruaru.

O público não compareceu em massa, mas foi o suficiente para agitar a fria noite, que felizmente não choveu, ao menos nas horas antes de iniciar o show.

A TORTURE WAR, banda que teve a oportunidade de mostrar seu som em alguns shows antes, como participação especial. Desta vez pode mostrar muitas de suas músicas que viajam nas insanas melodias e velocidades do Thrash Metal sem ‘frescura’. A banda começa o show com poucas pessoas dentro do recinto, mas é com “Atomic Force Attack” que eles inauguram sua apresentação, e vem com muita empolgação, principalmente do vocalista, Arthur, e do baterista, Tone, que eles mandam: “World in Total War” – “Fly to the Hell” (música esta que eles mostraram na participação especial com a The Ax, banda que deu a oportunidade aos ‘warrios’ da Torture).

A banda manda um cover da Exodus, algo que não era de se estranhar, comumente vimos bandas de thrash sempre fazerem cover de bandas de seu estilo. Mas a empolgação parecia mais acesa em cima do palco, pois a energia dos músicos era realmente transmitida. Eles tocaram mais três para finalizar seu set, dentre elas uma em português a Unidos pelo Metal, já se percebe que a intenção é das melhores. Uma boa banda, em uma boa noite.

Como segunda banda na noite, tivemos a FIRETOMB, e rever a banda era realmente a vontade de muitos, pois os mesmos deram um tempo do palco do Bomber, mas eles sabem que seu público é forte e sempre marca presença. A banda após testarem o som inicia com “Hell awaits for World”, porém identificam uma falha no som, e um pequeno ajuste o quinteto dar continuidade e manda “Devil Intervention” (que nos faz lembrar título de uma das músicas da Slayer, Divine Intervention), e Lucas, vocalista, solicita que o público agite um pouco mais...

e a guerra continuar com “War” – “Between Heaven and Hell”, músicas de seu material de divulgação de 2010. Hora de tocar o hino da banda, “Thrash Metal”, essa música já é obrigatória no set, e é garantida a participação dos metalheads, vale lembrar que essa música fez parte de seu demo de 2009 e foi relançada no full lenght de 2010, e relembrando, apesar do pequeno número de gente ainda viu-se um mosh.

“Isso que é atitude Metal”! Para mostrar as influências, um cover de 1988, “South of Heaven” – Slayer, muito bem executado.  “Fallen Man” – “Don't Surrender” – “To Kill or to Die” e finalizam com mais um cover, dessa vez um da Kreator, com a música “Tormentor”.

Ver a EXTREME DEATH é uma honra, pois se trata de uma banda dos anos 90, e quem perdeu essa oportunidade, perdeu realmente uma grande volta. A banda hoje conta com Kleber (Guitar/Vocal) – Michel (Baixo) – Rafael (Batera), que monta rapidamente sua aparelhagem. A sede de tocar é a mesma de beber cerveja, ou seja, enorme! A banda começa com “Occult Enemy”, e após os cumprimentos do frontman a banda toca mais duas próprias: “Subtance” – “Coletive Suicide”.

Kleber parece satisfeito em tocar em Recife e destila elogios aos donos do recinto e aos que compareceram, sem mais palavras manda “Slave’s Island”. Mas eis que o agradecimento especial, desta vez a banda dedica a música cover do Sepultura a um de seus amigos, do Recifezes (zine antigo do Estado), mas duas músicas pra finalizar e uma delas será o nome do vindouro trabalho da banda, “Wolrd Without God”. Em um futuro breve, veremos esta banda em outros palcos.

Chegada a hora da banda PSYCH ACID, oriunda de Caruaru, fundada nos anos 90 voltou as palcos em 2009 realizando assim shows em Recife. Essa e segunda apresentação dos caras aqui em Recife, desde seu retorno aos palcos. E tudo começou nesse show com uma intro e logo em seguida a “Snapshots”, deixando os bangers presentes contagiados com a energia que a banda passava. Em seguida, a “Our Mistake” que não foi tocada por completa por um pequeno problema ocorrido no som, mas tão logo resolvido. Os caras pularam para a próxima faixa, a matadora “We Are Next To The And”, que dá nome a demo.

A energia que era passada da banda para o público e vice e versa, era foi inquestionável. Mantendo o clima ainda mais quente eles mandaram a “Napalm In The Morninig”, do Sodom, que ficou de primeiríssima qualidade, era explicita a satisfação dos bangers. A banda mandou mais um das suas obras, demo cintada a cima, “I Can’t Understand”, muito apreciada pelos bangers e principalmente pelos mais antigos.

E pra ‘avacalhar’ mais ainda vem a “Thrash Kill Death” do Destruction, Pra finalizar a “Our Mistake” que não tinha rolado por completo e o bis do Cover do Sodom. Uma excelente apresentação. Parabéns a todos os integrantes da banda que levantam o nome do cenário pernambucano.

Um bom show, boas bandas e razoável quantidade de gente para preencher o espaço.

Texto por Hugo Veikon (Torture War - Firetomb - Extreme Death
        por Willian Headbanger (Psych Acid)
Fotos por Hugo Veikon e Willian Headbanger

<< Voltar ao Site