GALERIA DE FOTOS

Caros amigos! É com grande satisfação que relatamos a vocês um dos maiores espetáculos da terra, realizado aqui em Olinda/PE. O show do Iron Maiden. Devemos repetir essa palavra, SHOW! Não era simplesmente uma apresentação, era de fato um show, com músicas cantadas e interpretadas, completamos ainda interação com seu público.

Tudo não começou muito bem. Logo na entrada ocorreram vários tumultos entre caravanas e organização. O fato foi a cobrança de carteira de estudante na entrada, mas de onde vieram as caravanas os ingressos meia entrada foram vendidos a preço único. Porém, o povo unido jamais será vencido.

Sabia-se que teria duas bandas para a abertura do evento, mas poucos minutos antes, soubemos que apenas a TERRA PRIMA tocaria, pois a FIRETOMB não pode mais tocar devido a exigências da banda principal.

Mas tínhamos ainda a TERRA PRIMA, banda que lançou em 2010 o material fonográfico, “And Life Begins”, e foi com esse material que a banda surpreendeu muitos que vieram conferir a Inglesa, Iron Maiden. Enquanto lá em abaixo, chegamos ouvir muitos bons comentários sobre a qualidade musical da Terra Prima, em seu set list a banda tocou músicas próprias entre elas:

“And Lifes Begin”, tais como “Time to Fly”, “Rage”, “Await The Story’s End”... mas o vocal de Daniel Pinho veio em destaque quando ele cantou como cover “Enter Sandman” da Metallica. Com essa a oportunidade a banda tende a ganhar mais espaço no cenário nacional.

Com a pontualidade britânica, exatamente às 20h os Mestres do Metal, dão início ao espetáculo. Com já era esperado os caras estavam divulgando seu mais recente trabalho “The Final Frontier” lançado em 2010, então tudo começou com um vídeo transformando o palco num céu estrelado.

Em seguida, os acordes da “Satellite 15... The Final Frontier” seguindo a sequência do novo álbum “El Dorado” e tivemos um momento retrô aos anos 80 com: “2 Minutes To Midnight”, do Powerslave 84, e depois  veio a “Dance of Death”.


 

E para dar continuidade, voltamos aos tempos atuais com mais duas das novas “Talisman” e “Coming Home”, em seguida, eis que surge Bruce, como de costume, com uma velha farda do exercito inglês e a bandeira da Inglaterra em punho... E todos gritavam chamando “The Trooper”, e na mesma hora que Bruce agitava a bandeira da Inglaterra um fã apareceu com bandeira do Santa Cruz F.C, foi um dos momentos mais  empolgantes, sobretudo aos fãs do time, a mesma ainda foi foca nos telões estendidos na lateral do palco.

Mais músicas da nova fase, dessa vez do álbum “Brave New World”, contando com a volta de Bruce  ao vocal do Iron. “The Wicker Man” a emocionante “Blood Brothers”, algo também impressionante era a energia dos caras que pareciam um bando de adolescente correndo pelo palco, Bruce parecia uma bola de “Pinball”, corria para um lado e outro, entrando nas portas do grandioso palco e surgindo inesperadamente por algum lugar.

Vez de “When The Wild Wind Blows”. logo em seguida só clássicos: “The Evil That Men Do” e “Fear Of The Dark”, que emocionou muitos, eis que Bruce anuncia “Iron Maiden” e o mascote ED, infernal,  na versão 2011 - futurista - e como de costume os guitarristas lutam, ou talvez brincam com ele.

Já próximo do fim vem os clássicos, Aquelas músicas que todos cantam do começo a fim as: “The number Of The Beast”, “Hallowed Be Thy Name” e a música que todos curtem, mas ao mesmo tempo ficam tristes, pois sabíamos que era chegado o fim do grande show e foi a “Runnning Free”, mas um espetáculo Maidem em Recife, agora o que podemos fazer e só espera torce pela volta.

Resistência Metal Recife!!!

Texto por Hugo Veikon e Willian Headbanger
Fotos por Hugo Veikon