Banda: REDQUARTER

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2014

Com um som voltado para influências tradicionais com uma roupagem oitentista os cariocas da REDQUARTER lançaram o seu EP intitulado “Innersight”, que veio com um heavy metal bem ampliado, que acrescenta mais energia às 5 faixas que variam com músicas mais “speed” e outras com menos velocidade, porém pesadas, com todos os elementos característicos de um bom heavy metal com pitadas progressivas.

As letras do EP baseiam-se praticamente em momentos da vida de uma pessoa, ou seja, letras carnais, onde é mostrado sentimento de dor, raiva e amor, intercalando outros temas, como na faixa que fora batizada com o nome da banda, Redquarter, que exalta a resistência e a persistência.

Gravado no Vintage Studios, Innersight contou com a produção de Lisciel Franco e Maurício Decarlo, e com destaque para fotografia e produção de arte de Karoline Maia e Elton Fernandes respectivamente, que deram um somatório fantástico na parte física do disco que mostrou belas imagens acompanhadas das letras do EP.

Com riffs secos, o EP inicia-se com “Chainless Prision” e mostra o vocal poderoso de Vitor Stone, mas as subidas no vocal em alguns dos momentos podem não agradar muito, porém são influências que nos remetem ao passado. “My Only Desire” é uma faixa de andamentos mais leves e melódicos, variando na parte dos solos que mostraram as guitarras gritantes de Mauricio Decarlo e Matheus Telles que estão sempre presentes no EP. Os solos ficaram um pouco baixos dando ênfase maior aos riffs, não sei se esta foi a proposta, mas depois de alguns instantes os solos ficam mais compreensíveis. Sem dúvidas, uma das melhores faixas. Uma música mais pesada, “Shout of Anger”, traz esta característica deriffs abafados que a compõe, além  da excelente linha de bateria e baixo (respectivamente Leonardo DruMachine e Julio Mazzei). “Falling Star” trouxe um momento total de calmaria, sem variação para partes mais velozes. E para finalizar, “Redquarter”, música que veio para apresentar ainda mais a banda que é bastante balanceada nas produções.

‘Innersight’ é pesado e calmo, apresentando músicos que sabem trabalhar dando toque essencial sem muito exagero e esbanjando técnicas. Um disco direto e claro, que mostra a proposta da banda: Um Heavy Metal clássico e coeso!

(por Ismael Guidson)

                                               << Voltar ao Site