Banda: PSYCH ACID

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2013

A PSYCH ACID é uma daquelas bandas que os metalheads chamam de “das antigas”, pois se trata de uma banda formada no começo da década de 1990. Este quarteto de Caruaru/PE lançou, em outubro de 2013, seu quarto material (contando com um vídeo demo) com sete faixas dignas de um Thrash Metal muito bem elaborado. A atual formação conta com Nato Vila Nova (bateria e vocal), Bruno Amorim (guitarra), Anderson Diniz (guitarra) e Fábio Santos (baixo e, ao vivo, backing vocal). Mas vamos ao que eles fincaram.

O CD começa com uma “intro” que logo dá vez à faixa título do álbum, “Disturbance Without Control”, música regada com ótimos riffs e levadas matadoras. Esta música tem em seus dois primeiros riffs uma fronteira onde em primeiro instante gera uma agitação, já em segundo momento nos faz ‘bangear’ mas, no geral, a faixa “Disturbance Without Control” é total instigação e como nossa equipe já fez várias audições deste material ela foi eleita por este site como a melhor faixa deste material, inclusive o solo dos guitarristas Bruno e Anderson.

Para falar das faixas “Our Mistake” e “Rough”, temos que voltar no tempo e falar que esta já tinham sido gravadas no Vídeo Demo lançado em 2010 [leia aqui], mas este ano a PSYCH ACID fez esta gravação em estúdio e, sem dúvida, que ambas ganharam mais peso.

“Corrupt” tem uma introdução muita diferente do que estamos acostumados de ouvir em bandas do Thrash Metal pernambucano, com trabalhos de dedilhados, soando típico de bandas de sua época (anos 1990).

Ainda temos a extensa faixa instrumental, que recebeu o nome da banda e com vários trabalhos de arranjos, solos, ainda o baterista Nato faz explorações de seu ‘set up’ de bateria. Chegando perto do fim vem a faixa que, de fato, é a cara da banda. Estamos falando de “We Are Next to the End”, que sem dúvida vai ficar marcada até porque esta música foi composta por um de seus primeiros fundadores, Wladimir, que faleceu ano passado (2012) e é homenageado neste álbum, tanto que o CD é dedico ao mesmo.

A gravação e mixagem foram responsabilidade de Henrique Aragão, que nos agradou bastante. A parte gráfica ficou a cargo de Bruno Oliveira. O material tem todas as letras, fotos individuais e uma seção de fotos de vários momentos. É... a Psych Acid mostra que seus 23 anos de luta e devoção ao Thrash Metal é ainda só o começo.

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site