Banda: PANDEMMY

Categoria: Death

Ano: 2013

Quem disse que o que está bom não pode melhorar? Aqui está um bom exemplo, pois muitas passagens de algumas músicas soam melhor, embora há quem possa discordar.

A PANDEMMY apresentou aos que eles chamam de pandemmies o seu mais novo material, que foi lançado neste ano de 2013, intitulado "Reflections & Rebellions", que,de fato, faz um reflexo do que foram os trabalhos anteriores da banda, pois quem já os conhece de fato vai perceber que o material traz um apurado do que foi a banda até este lançamento, ou seja: "Reflections & Rebellions" é composto por várias músicas de antigos lançamentos, porém com novas gravações e roupagem.

Abrindo o álbum você encontra uma intro bastante convidativa, composta por Fabiano Penna, que também faz participação em “Without Opinion” e “Ode to the Renegade”, ambas as faixas com pegadas bastante pesadas, mas ao mesmo tempo com groovers, solos e harmônicas.

Mas vamos voltar ao início do CD. A segunda faixa do álbum é a inédita "Mind Effigies", com arranjos diferentes do que a banda comumente usa. Temos também a clássica do setlist, "Self-Destruction" que mudou bastente e isso notamos de cara, pois tiraram a parte introdutória da música que iniciava com baixo e bateria e até mesmo nas parte do refrão ... Self-destruction! Self-destruction! Self-destruction!... eles agora adicionaram pegadas com blast beat extremos. Em suma, a música ficou mais pesada, mas prefiro a versão original.

Outra faixa que ganhou nova roupagem foi "Common is Different than Normal" e isso também os Pandemmies vão notar, pois foi incorporada uma frase antes de todo o texto que faz parte da letra. Esta nova frase é narrada por Raíssa Leal, que fez esta participação especial no CD e deixou essa faixa bem interessante pois passou uma ideia de estar conectando a alguma nova dimensão. A música também soou mais pesada.

Outra faixa que perdeu sua parte introdutória foi "Heretic Life", que já começa na lapada mas perdeu alguns minutos de duração. A música agora parece ter sido programada para arrancar refrão e participação dos pandemmies quando tocada ao vivo e ainda ganhou participação especial de Antonio Araújo do Korzus e Alcides Burn do Inner Demons Rise.

Há também algumas músicas com nova roupagem como "Idiocracy", "Involution of a Lost Society", "The Price of Dignity" e "Rubicon (Point of No Return)" todas do EP Idiocracy, de 2011.

Para finalizar o play, a inédita "Ode to the Renegade" com Fabiano Penna em Special Guests.

A banda busca melhorar a cada passo e, inclusive, em sua nova formação, que não é a mesma que gravou este CD. Se mantém apenas Diego Lacerda e Pedro Valença, ambos guitarras.

A parte gráfica é excelente, encarte em formato de livreto, contendo as letras de todas as faixas, tanto das novas quanto das antigas faixas regravadas, seção de fotos individual e em conjunto, agradecimentos e ficha técnica. CD prensado e tudo colorido. O material contou com o apoio de alguns selos e isso ajuda muito na distribuição, então você não tem desculpa pra não conseguir o seu.

[FACEBOOK]

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site