Bandas: MORFOLK

Categoria: Death Metal

Ano: 2014

Após esperar pouco mais de 1min pra saber o que viria depois de uma vinheta meio purgatório, não foram necessários mais que 10seg pra sentir ódio no som desta banda de São Paulo, que atende por MORFOLK. Esses metalllers já têm uma estrada percorrida e seis materiais circulando pelo underground (contando fulls, single e EP). Este aqui, intitulado de “Until Death”, é o quinto da carreira e foi lançado em 2014. Já há um outro e que foi lançado de forma digital, mas, por enquanto, vamos resenhar este em mãos.

O ‘Until Death’ tem 8 faixas e tem um violência que é, ou pelo menos deveria ser, típica do estilo proposto pela banda, Death Metal. Algo que muitas bandas (mas muitas mesmo), deixaram de lado, ou seja: constantes lapadas, guitarras com riffs cortantes e vocais urrados... e por aí vai. A faixa de abertura, “Shadows of Fear”, é o ponta pé, mas “One Against All” tem tudo o que você ouvirá ao longo do ‘Until Death’. O vocal de Walter Rômulo é monstruoso e ele demonstra isso também em “Hate Beyond the Pain”.

No que podemos chamar de lado B do CD há duas músicas em português, que vieram bem a calhar, pois na faixa “Desordem” temos certeza que esses caras são resistência, lutam sem cair e dão a receita: “...nunca pensar em desistir... Até a morte nós iremos lutar e só assim conquistar”. Isso é válido aconselhar! As partes instrumentais são pesadas e aqui o baixo de Ryan faz toda diferença. Que peso da moléstia! Nas cadências de “Alienação” e “WWW” você também percebe este peso.

MORTFOLK sabe fazer tormento em forma de música e no “Until Death” você encontra o sentimento de ódio esquecido em algumas bandas que querem ser técnicas demais. Parabéns aos selos que acreditaram no trabalho do MORFOLK.

 

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site