Bandas: MAVERICK

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2015

Confesso que quando recebi este "The Motor Becomes my Voice" dos paulistas do MAVERICK já pensei comigo mesmo 'opa... Banda de rock n'roll', mas os cerca de 35 minutos de som são uma tapa na cara! Mais uma vez a Shinigami Records nos apresenta um trabalho acima da média.

E já se constata isso que escrevi logo após a breve introdução que é "V8" e entra a porradaria de "Upsidown", onde as guitarras de Gabriel "Korvo" e Caio Henrique descascam a calmaria. A batera de Gustavo "Marreta" oscila grooves com pedais duplos muito bem encaixados, sendo escudado pelo baixo firme de Lucas Silva. O som dos caras é um death metal que mescla discretamente alguns elementos mais modernos com coisas bem mais tradicionais.

A faixa-título vem na sequência e é cheia de mudanças de tempo. Não tem como não imaginar a galera num ‘mosh pit’ solicitado por Korvo. Outro destaque do cd é "Shadows Inc.", que também tem muitas mudanças de tempo. Já "Disorder" marca pelo refrão  simples, eficiente e grudento, enquanto "Karma Extinction" tem muitas das características de Mathcore e até um pouco de newmetal.

As coisas ficam mais tradicionais em "Dehumanized", um thrash muito trampado. Finalizando o cd, "Scarecrow", cujos primeiros versos são recitados em português em meio a uma porradaria.

Sem dúvidas, posso dizer que os caras têm muito potencial e acertam em cheio com este trabalho. Talvez o único porém seja a duração do mesmo, não para faixas com mais duração mas para mais faixas.

Cheers!!!!

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site