Banda: ÍMPIOS

Categoria: Black Metal

Ano: 2013

Mais uma vez o município de Caruaru/PE, nos presenteia com uma banda de erguer a bandeira do underground pernambucano. Estamos falando da ÍMPIOS, que trabalha um Black Metal raiz e que chega lançando seu Debut intitulado ‘Total Heresia’. O Álbum foi lançado pela gravadora Inferno, do Rio Grande do Norte. Com a arte da capa trabalhada por Lord Baalberith. A banda tem em seu line-up Thiago Impuro (vocal) – Anderson Sacrilego (guitarra) – Magno Zyklon (baixo) - Lord Spectrum Daemoniacus (bateria) e pode-se dizer que esses caras são considerados uma grande promessa para o Black Metal nacional, sem demagogia!

Este material foi gravado no primeiro semestre deste ano, 2013, mas só foi lançado no segundo semestre do ano e vem com seis faixas, sendo a última uma regravação da quarta faixa, porém de forma ao vivo.

O CD abre com a faixa “Ritos de Guerra / Armagedom”. Faixa melhor para abrir este material não há, pois são expelidas palavras de fúria a toda e qualquer religião cristã, com melodias convidativas a esta mutilação. Com riffs cadenciados e a bateria dando todo o peso necessário e clima à cena que fica na imaginação.

Todas as faixas são dignas de destaque, mas cada uma tem algo a se falar. Em “Deusa da Luxuria” o que a banda mais impõe é velocidade, que consegue dar uma quebrada e cai na cadência, elemento este que eles trabalham perfeitamente em cada ode. “Iconoclastas de Satã” é outra que trabalha a mesma pegada da faixa anterior, mas tem alguns arranjos de guitarras que faz com que Anderson seja o músico destaque nesta música.

“Total Heresia” começa com seu peso, mas logo entra com levadas cadenciadas. Pra você ter um norte do que estamos falando, podemos dizer que a faixa tem passagens que nos rementem ao Satyricon. A música tem rufadas de caixa e vocais desesperadores de Thiago Impuro, que arranca acompanhamento em show. “... Total Heresia, gritos desesperadores, corpos apodrecidos, Carnificina!...”.

Em “Ao Negro Rei das Profundezas” o clima é menos rápido e mais quebrado. Ficou interessante!

Vamos dizer que a melhor característica desse lançamento é a forma como eles conseguem mesclar partes rápidas com a grande abrangência de cadência em todo o álbum. E assim vamos recomendar este álbum para todos aqueles que gostam de ouvir um Black Metal Raiz, sem frescura e repleto de discursos blasfemos.

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site