Banda: IMPERATIVE MUSIC

Categoria: Rock / Metal

Ano: 2013

Resenhar uma coletânea não é uma tarefa fácil, mas vamos tentar não ser muito extenso nesta. A IMPERATIVE MUSIC é uma coletânea que chega a sua 6ª edição sob o título de The Underground Remains. Nesta edição eles conseguiram concentrar 16 faixas com distintas bandas, de vários pontos do mundo.

Como o sol nasce no oriente do planeta, quem fez as honras da abertura foram as bandas orientais. O Ethereal Sin, banda japonesa de Black Metal Sinfônico, tem exploração de vocal feminino e masculino. A música escolhida para esta coletânea foi Finem Millennium, que faz parte de seu terceiro full lenght.  Continuando no oriente, vem de Taiwan as bandas Nocturne Moonrise e Renascimento. A primeira executa muito bem um power metal bem sinfônico, com exatidão em palhetadas e mostrando peso e melodia. A Renascimento tem uma linha mais gótica. Ainda do oriente tem a banda de Death Metal Faintest Hope, que tem uma mulher no vocal e que soa tão gutural que você garante que não se trata do sexo frágil, no caso a vocalista Miho Morisaki, que também faz o papel de baixista. A banda explora mais as partes instrumentais.

Agora indo para o ocidente, vem a canadense Haiduk, que na verdade é um projeto, pois trata-se de uma one-man-band, mas que já tem um full no mercado lançado em 2012.

Partindo para a Europa temos a banda Keflar com seu thrash  metal, na música Devolution, extraída de seu único full lenght de 2012. Ainda tem o guitarrista Sascha Beselt, que se arriscou em sua música instrumental, mas com muita técnica e peso ele cativa os apreciadores do fusion.

Agora vamos para nossas bandas. Isso mesmo! Bandas brasileiras também enriqueceram ainda mais essa coletânea. A MANTRIS, que mandou a música Ruthless Mind de seu álbum de 2011, “Psychic Connection”; A SHADOWS LEGACY veio exibir também seu Heavy Metal tradicional com a música Rage and Hate, que faz parte de uma de suas demo que também foi inclusa em seu debut full-lenght lançado este ano de 2014; Já a BAD SNAKE trouxe uma música de seu single Welcome to Hell; e a pernambucana STILL LIVING, que faz uma linha mais soft, com um Hard/A.O.R, trouxe a música Stream of Life Brazil, do seu Full “From Now On”.

As européias Obsidian Key (UK) - The Wild Child (Itália) - The Last Days of Fall (Alemanha), encerram a coletânea.

Algumas bandas surpreendem pela composição e acredito que essa forma de apresentar as bandas estreita o caminho para nos aventurar a comprar um material que não conhecemos. A coletânea está bem equilibrada com bandas muito boas, com a mixagem muito bem feita, onde deixou a altura de todas as músicas padronizadas. O encarte é muito informativo e o label prensado. Essa coletânea tem tudo pra lançar várias outras edições.

Links relacionados:
Blog
Facebook

(por Hugo Veikon)

                                               << Voltar ao Site