Banda: HERYN DAE

Categoria: Heavy Metal

Ano: 2016

A narrativa inicial de "March to Die" dá um clima bem Blind Guardian na abertura deste cd homônimo dos catarinenses do HERYN DAE, lançado pela Roadie Metal. Mas ao entrar o instrumental nesta faixa eu senti algo estranho que se repetiu ao longo do cd: a equalização dos componentes não ficou tão legal. Em "Final Fantasy" podemos notar bem esta observação, visto que apenas a voz de Victor Moura está bem equalizada. A guitarra de Juliano Bianchi tem timbre e volume baixos, a bateria de Cristiano Pereira não tem destaque e o baixo de Ricardo Bach não aparece.

O som melhora um pouco em termos de equalização em "Heryn Dae" mas aí aparece um outro fator marcante no cd: a voz de Victor não casa bem com o estilo da banda. O início de "Death" bem sacado, com o baixo riffando e o vocal cantando o refrão em cima, mas na música os caras exploram mais peso e velocidade. O início de "Lucy" até chega a ser promissor, mas os caras mudam completamente o ritmo e deixam a música um tanto quanto burocrática. Já o começo de "Kings of the Anarchy" lembra um pouco de riffs do Metallica, mas semelhança termina quando continua a faixa.

A última faixa, "Evil Fortress"  quase uma balada na primeira parte, cheio de dedilhados, mas, novamente, a voz de Victor não se casa bem com o estilo do som. A banda‚Äč até deixa a faixa mais pesada e diferente, mas não melhora.

Bem... Quem se interessar, adquira sua cópia.

Cheers!!!!

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site