Banda: HARDEGON

Categoria: Black  Metal

Ano: 2008


A horda HARDEGON, do Recife, lançou em 2008 seu Demo “Vale das Chamas”, com um título desse, já pode se esperar uma filosofia densa Black Metal. Material composto por 4 hinos de ódio, sendo uma dessas faixas de 2001.

Com estalos de madeira queimando e uma melodia de guitarra que em seguida a velocidade e cadenciada bateria, de Ares Noturnos, dá ritmo a faixa “Queime”. Esse hino tem uma essência bastante noturna e de repúdio a pessoas falsas e fracas de intelecto ou de caráter, frase que soa nítida ao longo da música.

“Quorsum Haer Tam Putida Tendunt?” soa um Black raiz, lento, com melodia e arranjos agudos de guitarras  intercalados de palhetadas abafadas dos guitarristas Möt e Darkhein. Apesar do título em outro idioma, ouvem-se frases em português. A parte da bateria bem recheada de contra, algo característico para o Black Metal da época que a horda se propôs a fazer.

A faixa mais pesada é a “Tambores de Guerra”, também uma música de manter vivo o ódio melódico e filosófico da banda. Notoriamente ouvido dos vocais de Ares Noturnos e Möt, soa uma música de batalha e ataque noturno.

A quarta faixa é “Símbolo de uma profecia impura”, gravação de 2001, na época a banda soava mais veloz, porém não tão precisa, embora com a mesma proposta. Ao longo da gravação se ouve o baixo, mas não foi comentado quem o gravou.

Para concluir, comento sobre a qualidade de equalização. Ótimo nível, que não soa nada moderno, mostrando assim a competência real dos músicos. Gravado no já conhecido JÁ Studio (Camaragibe) trabalho gráfico monocrômico e na contra capa pude visualizar símbolos de crenças jogadas ao fogo, fazendo analogia ao título do stuff, a 1ª faixa a track que finaliza o trabalho, Símbolo de uma profecia impura. Espero ver a HARDEGON mais uma vez, mostrando sua fúria Black aos falsos e fracos, pois eles fizeram um material de verdadeiro orgulho infernal.

(por Hugo Veikon))