Banda: EXECUTER

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2014

Rifle em cima de riff. Você não leu errado. É isso mesmo. São atos de assassinatos em cima de palhetadas provindas do único guitarrista da banda, Elias (acreditem, a banda tem um único guitarrista) e metralhadas do baterista Béba.

Na estrada desde 1987 e há oito anos sem lançar um material fonográfico inédito (vale lembrar que houve o lançamento, em 2013, do DVD 25 Years Thrashing Heads – Live) a EXECUTER mostra que sabe fazer Thrash Metal e reforça isso a cada lançamento. Neste ano de 2014 eles nos apresentam o Helliday, com uma capa que é a cara do Brasil (caos, políticos roubando nossa grana e sempre prontos para o carnaval) desempenhada por Giovanna Guimarães.

A competência na EXECUTER é geral então não vamos dar destaque apenas ao ‘guitarra’ e ao ‘batera’, até porque o homem de frente, Juca, tem uma voz 100% apropriada para o estilo e o baixista Paulo deixa seu instrumento bem aparente.

O álbum começa com a faixa título, “Helliday”, e até a última faixa você será agredido pelo Thrash Metal refinado ora core, ora cadenciado. A equalização está tão perfeita que você pode entender todos os instrumentos e seus arranjos. Essa parte recebeu o comando de João Paulo Pínola.

A consistência percorre todo o álbum e as músicas passam de uma para outra que nem percebemos. A faixa “No Sense” tem uma exploração esplêndida de guitarra na introdução, e contra tempos que a fazem mais ritmada. É interessante como as músicas têm sempre um riff introdutório e dando brechas para os instrumentos, com partes pra solos, tudo muito bem dosado. As letras não são extensas e isso nos ajuda a lembrar de algumas partes. “Damn Speech” é bom exemplo, sem falar que é uma esplendida música, onde eles têm uma letra não tão longa, mas sem repetir muito eles consegue fazer num tempo padrão às música de metal.

São oito faixas condensadas em 33 minutos de Thrash Metal violento, mas há sempre momentos para as cadências como as faixas: “4:00 A.M. (Insonia)” e“No Sense”, dentre algumas outras, mas de fato o ‘Helliday’ é um álbum mais violento que cadenciado. Um material que já assegura a EXECUTER como uma das melhores bandas do Thrash Metal do Brasil.

Aqui estão 8 recomendações em uma única palavra: ‘Helliday’.

(por Hugo Veikon)

Saiba mais [AQUI]

 

 

                                               << Voltar ao Site