A Umbra Morta é um projeto de Black Metal que tem como proposta uma atmosfera bastante densa como bandas: Samael – Besatt. A banda é oriunda de São Paulo e cedeu entrevista ao nosso site, por meio de nosso colaborador Peste.

Arena Metal (por Peste): Olá! Para dar inicio a essa entrevista, diga-me, por favor, como surgiu a ideia para a criação da Umbra Morta e também me informe a origem no nome do mesmo, se possível.
Umbra Morta: Eu queria fazer uma banda de Black Metal, mas não encontrava pessoas mais sérias que estivessem interessadas.  Então optei por fazer tudo sozinho mesmo.  Foi até melhor por eu ter mais liberdade na parte de escrever as músicas e por minhas ideias nas letras. O nome Umbra Morta vem de uma música de uma banda russa, se chama "Ithdabquth Qliphoth", o nome é em latim, e significa "Sombra da Morte".  Eu achei o nome bom porque tinha muita a ver com o que eu queria escrever nas letras.  A sombra da morte representa todo o lado "negro" da realidade, morte, desespero, dores, etc.

Arena Metal: Recentemente, você gravou a primeira demo do Umbra Morta intitulada de “Criador, O Opressor”. Eu gostaria de saber como foi o processo de divulgação desse material. Ele foi bem aceito pelo público? Também diga como você faz para divulgar o seu trabalho.
Umbra Morta: Eu preferi fazer uma divulgação pequena dessa demo.  Até porque eu acho que ela não foi muito bem produzida, apesar de que algumas pessoas que ouviram gostaram muito do trabalho. A divulgação foi feita mais entre pessoas que eu conhecia mesmo, e foi bem aceita.  Foi melhor do que eu imaginava que seria. A Divulgação é principalmente por internet, pelas redes sociais como Facebook, Soundcloud, Orkut, LastFM...

Arena Metal: Eu gostaria de saber um pouco mais da parte ideológica da Umbra Morta.  Qual é seu principal objetivo? Você prática algo ligado a Satanismo Tradicional ou algum culto negro ligado ao mesmo, por exemplo?
Umbra Morta: Eu tenho um grande interesse no Satanismo Tradicional. Procuro estudar e ler a respeito.  Eu ainda não sou um praticante de ocultismo, mas me interesso nas práticas. A parte ideológica do Umbra Morta é ligada ao Satanismo, Umbra Morta apóia a antítese anticósmica.

Arena Metal: Apesar de sua música soar bastante original, não deixamos de notar influências de bandas tradicionais. Cite algumas destas influências, tanto na parte lírica quanto na sonoridade do seu projeto.
Umbra Morta: As influências são bandas que eu escuto muito, Mayhem, Marduk, Nargaroth, Dissection, entre outras. São bandas que influenciam muito na parte lírica. No começo, a ideia era fazer um som mais parecido com um DSBM, mas conforme fui compondo as músicas, elas foram indo pra um lado mais agressivo.

Arena Metal: Sobre a temática abordada nas suas músicas, em especial na "Atomic Bombs in the Holy Land", fale um pouco desse modo que você relacionou elementos de guerra com uma temática anticristã.
Umbra Morta: É uma letra sobre ódio contra as religiões abraâmicas, as maiores pragas desse mundo, as bombas atômicas explodindo a terra santa representaria um fim desse Deus e de todo o reino dele, seria o fim dos dias. O calor da bomba atômica seria como o fogo do inferno consumindo a terra e o reino de Deus, como diz em uma parte da letra.

Arena Metal: Atualmente no Black Metal, existem varias bandas que dizem fazer um trabalho focado no nazismo e se rotulam de ''Black Metal Nazista / NSBM''. Você apóia esse movimento?
Umbra Morta: Eu não apóio. Na verdade, sou indiferente ao movimento. Eu não gosto quando misturam Black Metal com ideias políticas e coletivistas, apesar de quem faz parte do NS diz que vai além da parte política... Mas eu não gosto. O mesmo para bandas de RABM. Eu prefiro que o Black Metal fique longe dessas ideias. Eu prefiro que o BM seja mais individualista. Mas ao menos ambos os lados incentivam certo ódio e apóiam algumas atitudes extremas...

Arena Metal: Você vem trabalhando em algum material novo? Eu também gostaria de saber se você sente vontade de fazer shows.

Umbra Morta: Sim, eu estou regravando a demo “Criador, Opressor”, as quatro músicas estarão juntas no próximo trabalho, junto com mais quatro músicas novas. A produção agora está bem melhor, estou usando softwares bem melhores para as gravações.  A bateria ainda é programada, mas agora está muito mais trabalhada e tem um som mais natural. Talvez eu lance uma prévia na internet quando alguma música nova ficar pronta.

Arena Metal: Sobre a atual "cena" nacional, há algumas bandas/projetos surgindo com certa fidelidade ao gênero, mesmo que às vezes inovando bastante. Há alguma dessas atuais bandas/projetos que surgem que você apoie?
Umbra Morta: Tem algumas bandas nacionais que gosto muito, como o Maleficarum, Hargonath, Proffanos, Warforged, entre outras. A internet facilitou pra conseguir contatos e achar pessoas interessadas no Black Metal, mas mesmo assim prefiro não me envolver muito com a "cena".  Há muitas coisas que eu não gosto.

Arena Metal: O Black Metal é marcado por grandes suicídios. Alguns se tornaram grandes lendas, como a morte do Dead do Mayhem, por exemplo. O que você tem a dizer sobre essas atitudes? Você acha viável quando se tem um princípio, ou para você é uma atitude para fracos?

Umbra Morta: Cada um tem os seus motivos. Não sou contra o suicídio. Algumas pessoas vêem a vida como um desafio pra um autodesenvolvimento, outras acham que não vale a pena, cada um deve achar seu caminho. Se uma pessoa não vê mais motivos pra viver, o melhor a fazer é se suicidar mesmo. Eu ainda acho que tem muitas pessoas que não se divorciaram da moral cristã e ainda acham que suicídio é algo para fracos. Não gosto de quem acha que suicídio é algo para fracos. É como se uma pessoa fosse obrigada a viver, mesmo sem ter um motivo bom pra isso. No final ninguém vai falar "parabéns, você viveu até ficar bem velho". Mas pra mim é isso. Cada um com os seus motivos.

Arena Metal: Você possui algum outro projeto/banda fora a Umbra Morta?
Umbra Morta: fora a Umbra Morta eu tenho um projeto com mais um cara que vive aqui na região onde eu moro. O projeto se chama Tyrannizer. A idéia é fazer um som na linha de Blasphemy, Beherit, Sarcófago, Diocletian e outras bandas nessa linha. A temática vai envolver o Satanismo Tradicional da MLO/TOTBL. Fora isso, eu participei de algumas bandas de amigos, mas não foi nada sério.

Arena Metal: Apesar de ter optado por uma "one man band", há alguma outra banda na sua cidade que você julgue digna e que merece um maior reconhecimento?
Umbra Morta: Na minha cidade não tem nenhuma banda que eu goste muito, mas nas cidades vizinhas tem algumas bandas boas. Recentemente eu fui a um evento de Death/Black metal e gostei muito de uma banda chamada "Lord Satanaquia". Além de fazer um bom trabalho, eles tinham uma postura bem séria ao vivo.

Arena Metal: Agradeço por a sua participação e fica aqui o espaço aberto para você deixar suas declarações finais para os leitores e é claro para as pessoas que apoiam seu trabalho. Obrigado!
Umbra Morta: Obrigado pelo espaço e apoio. Hail Chaos!

Ouça [link]

                                                                                                          (Por Peste)

<< Voltar ao Site