(Entrevista por Hugo Veikon)

 

Arena Metal - Primeiramente parabéns pelo novo álbum, “Floresta Armanda”. Gostaria de saber por que explorar esse tema mais sobre protestos?
Trator BR- Também primeiramente, queremos agradecer a todo suporte que a equipe do Arena Metal vem dando ao Trator BR, tanto com divulgações, destaques e entrevistas como esta que vos respondo. Uma equipe que é inteiramente dedicada ao fortalecimento do underground brasileiro, sem panelas nem discriminação.Muito obrigado pelo trabalho que vocês oferecem ao público metálico.
Os temas de protesto surgiram naturalmente em decorrência de toda lama que toma o país, e o povo de certa forma parece estar acostumado com isso. A corrupção vem sendo incrustrada na cultura do brasileiro e se tornando banal, mas para nós isso é um verdadeiro absurdo, então acabou refletindo em nossas letras.

Arena Metal - Mas apesar do álbum ter este título ele aborda mais temas políticos contra politicagem, por que então receber tal nome?
Trator BR- Apesar de algumas letras tratarem da politicagem canalha aplicada neste país, nós não queríamos um título neste âmbito. Queríamos tratar também de outros assuntos igualmente graves que ocorrem por aqui como, por exemplo, o contrabando da fauna e flora brasileira, que diariamente são transportadas e comercializadas ilegalmente para outros países com alto valor no mercado negro. Como o (Ricardo) Razuk (guitarrista) morou muito tempo na floresta amazônica e viu de perto isso acontecer, achamos que era um bom nome para a música e consequentemente para o título do álbum, além do que, não queremos ser associados como banda ativista em nenhum aspecto. Tratamos de vários assuntos, mas nosso compromisso é com o Death Metal e nada mais.

Arena Metal - Pela primeira vez vi vocês com uma música em inglês, apesar de que ela mescla nosso idioma com o do “Tio Sam”. Por que fazer uma música em inglês e principalmente por que fazer a mescla?
Trator BR- O tráfico de água doce de navios estrangeiros que vem para a Amazônia roubar nossa água já é uma realidade. A música citada é a “Water’s War” e essa música necessitava ter seu refrão em inglês, porque é isso que vai acontecer quando acabar a água potável de países de grande potência como é o caso do nosso vizinho lá de cima. Certamente irão nos invadir, pois o Brasil é um país riquíssimo em água e eles acharão uma desculpa, como acontece hoje no oriente médio com o petróleo, para se travar uma guerra, disso eu não tenho dúvidas, só resta saber quando. Petróleo, ouro, diamantes de nada valerão, porque o tesouro mais precioso do nosso planeta certamente será a água. Por enquanto o que nos cabe é combater o contrabando que já ocorre.

Arena Metal - Vocês passaram um tempo meio afastado, após a puta aceitação do VAAP. Qual foi o motivo desse hiato?
Trator BR- O Trator BR é uma banda 100% independente. Quem nos apoia, como o caso do Arena Metal, é puramente por afetividade, amizade e apreciação do nosso trabalho. Não temos parceiros por politicagem, puxa-saquismos, nem com segundas intensões, tanto é que nossos fãs acabam muitas vezes se tornando amigos. Nós nem usamos a palavra fã e sim parceiros, que é isso que a grande família Trator BR é, de parceiros em prol do metal, e isso acaba nos limitando a muitos eventos, pois a maioria dos produtores esperam que nós babemos ovos para eles, ou até mesmo que paguemos para participar de alguns eventos  e isso acaba não acontecendo. Fato este que nunca tocamos na cidade de São Paulo, que é um grande polo da música extrema. Já tentamos sem sucesso tocar por lá, mas as respostas muitas vezes são categóricas, ou a gente arruma alguma banda “de lá” para nos encaixar, ou toca naquele esquema de ter que vender um mínimo de ingressos, e isto está fora da nossa política de shows, quando virem o Trator BR em algum show podem ter certeza que estamos em completa harmonia com o evento.

Como banda independente nós temos a opção de filtrar o que é bom e o que não é, fato este que vem dando certo que a galera que nos contata, que nos manda entrevistas, resenhas em revistas, webzines etc, vem puramente pelo prazer de nos divulgar porque realmente gostaram do som, e nossa recíproca também é sempre muito honesta, e esse círculo de contatos vem crescendo gradativamente. Gostaríamos, sim, de tocar mais e de lançarmos mais álbuns. O primeiro não depende somente da banda, já lançar mais álbuns só depende de nós e como somos independentes de verba e patrocínios, mas estamos trabalhando bastante no nosso novo material... Está ficando foooda hehe, é isso que nos move.

Arena Metal - Eu diria que vocês dessa vez vieram com mais profissionalismo, em vários tópicos. Vocês atribuem isso a experiência no trabalho anterior, ou mais tempo para se dedicarem ao Trator BR?
Trator BR-  O álbum “Floresta Armada” teve muitos empecilhos que só true headbangers seriam capazes de vencer rsss. Levou tempo para ficar pronto justamente pelas dificuldades que tivemos durante o processo, mas isso nos tornou mais fortes e mais experientes para sabermos qual caminho seguir. O resultado final na verdade nos surpreendeu. Ficamos muito contentes a cada fase que concluíamos e isso abria mais opções para as fases seguintes. Sempre trocando muitas idéias entre os integrantes e amigos próximos a cada passo que tomávamos, deu nisso. Certamente que os erros cometidos no VAAP não repetimos neste, mas acabamos cometendo outros erros que foram sendo corrigidos no decorrer da construção, mas no fim deu tudo certo e gostamos do resultado final.

Arena Metal - Eu particularmente gostava bastante da antigo logotipo, mas agora vocês vieram com uma logomarca. Qual o motivo dessa mudança e quem o fez?
Trator BR- Nós também gostamos do logotipo anterior e não o descartamos totalmente. Vez ou outra ainda o usamos em cartazes, se estes ficarem melhores com ele, mas o logotipo novo era uma meta que tínhamos, queríamos ter uma marca impactante ao estilo old school para lançar com o novo álbum. Sandro Nunes, autor das artes do Trator BR, conseguiu mesclar o estilo floresta maldita com a agressividade do metal como os mestres de antigamente. Também o logotipo antigo remetia demais ao estilo militar, muitos achavam que éramos uma banda de war metal, ou até mesmo vinculados à extrema direita, e não somos nada disso, como sempre repito, somos uma banda de Death Metal, pregando acima de tudo o Death Metal.

Arena Metal - O material mal saiu e vocês mesmo foram os primeiros a colocar o álbum completo, disponível no Youtube. Qual o motivo para essa liberação?
Trator BR- Nós sabíamos que esse material iria parar no youtube de qualquer jeito pois esta é a nova realidade do artista, então preferimos lançá-lo em nosso próprio canal, com um áudio de qualidade garantida para que todos os interessados pudessem prestigiá-lo e pudessem vir até nós sem receio de falar que escutou e darem suas opiniões, críticas, elogios, etc. Nós trabalhamos com distribuidoras também independentes, então sabemos que o material físico não chegará a todos os lugares, então essa é uma maneira de nos conectar com nossos parceiros.

Somos uma banda bem underground e esse tipo de veículo é muito vantajoso para nós. Muitas dessas pessoas que escutaram pela internet fizeram questão de tê-lo em formato de CD, pois a arte é muito boa, com o encarte pôster e o preço bem acessível. Teve até gente que comprou dois CDs para poder enquadrar o pôster de um deles e ficar com o encarte do outro! É muito legal saber que estamos pendurados no quarto de algum banger como eu fazia em minha adolescência.

Arena Metal - Cara, apesar da banda ter todo esse poderio nas sua musicalidade eu sinto uma falta de visão dos curadores de eventos e festivais para com a banda. Vocês também sentem isso? E o que vocês fazem para tentar oferecer mais a Trator BR aos produtores de fora do interior de SP e de outros estados?
Trator BR- Cara é bem isso mesmo, como disse na resposta acima: nós vamos onde nos querem, e quando nos querem fazemos de tudo para comparecer. Somos muito gratos ao público e profissionais da área que nos contatam para elogiar a banda e nos convidar para algum evento. Pedimos o mínimo necessário para que o convite se concretize, mas não somos uma banda de calibre nacional como tantas outras e isso pode soar arriscado a alguns produtores que não querem se enrolar com a verba que dispõem com uma banda assim. Eles preferem, muitas vezes, alguma banda já renomada o que é compreensível neste país. Mas fomos headline no Maquinária Rock Field no Paraná ao lado do Torture Squad ano passado e a galera lá foi à loucura, inclusive com novo convite para tocar por lá. Também recebemos uma votação expressiva para participar do Metal Land Festival, lá comparecemos, fomos muito bem pontuados. Parece que ficamos em primeiro lugar no Palco do Rock de Salvador de 2015, mas por questões de verbas cortadas por políticos micareteiros não pudemos comparecer. Os convites chegam e tentamos ao máximo fecharmos negócio. Estamos hoje em dia com um palco bem montado, equipamentos de primeira, backdrop e camuflagens de amplificadores que dão um ótimo visual no palco, sonorizações em segundo plano para dar um clima mais convincente, executamos um set matador que é sempre muito elogiado, e vamos torcer para 2016 recebermos mais propostas como estas, é só a galera nos chamar que nossa parte agente garante.

Arena Metal – Visto isso há essa possibilidade de vocês subirem aqui pro nordeste?
Trator BR- Todas! É nosso sonho. Há muito tempo queremos tocar no nordeste. O que falta é fechar uma sequência de shows satisfatória para os produtores não arcarem com todo o custo do transporte, que é o maior obstáculo para os shows acontecerem. O resto agente se vira.

Arena Metal - Vamos ficando por aqui, mas vou deixar a última pergunta. Eu como um grande apreciador da banda, listei vocês como um dos melhores lançamentos de 2015 e cheguei ver que vocês entraram na lista de outras pessoas. Vocês esperavam por isso? Era realmente a meta deste lançamento?
Trator BR- Cara, realmente não esperávamos. Quando vi a lista de melhores de 2015 constando nosso nome lá e depois em outra lista também com o tratorzinho presente me deu uma alegria muito grande. Tenho certeza que para os outros integrantes também,  isso é um grande incentivo para continuarmos com todo gás. Trator BR é como um filho para nós, mesmo sabendo que ele faz barulho e quebra tudo, nós o amamos mesmo assim... kkkk... Vocês podem esperar do Trator BR sempre a maior qualidade que conseguirmos alcançar. Fazemos Death Metal por prazer e acho que isso acaba refletindo em nosso trabalho. Já estamos trabalhando no próximo álbum e prometemos mais um petardo para breve. Agradeço a oportunidade e espaço dado. E vida longa ao Arena Metal!

RESENHA - FACEBOOK

por Hugo Veikon

<< Voltar ao Site