ENTREVISTA COM A NOCTUNAL WINTER

Em 28 de agosto de 1999 em Recife/PE, surgia a horda black metal NOCTURNAL WINTER. Priorizando sempre músicas de autoria própria, um black metal de sonoridade agressiva, riffs pesados, escalas velozes e longas, melodias fúnebres e densas de profundo respeito e admiraçao ao verdadeiro black metal e a nobre cena underground. As letras abordam sempre temas coerentes de constante aclamação as doutrinas e cultos hermético-sumerianos, a exaltaçãoo aos ritos ancestrais, o repúdio e profanação das fracas teorias judaíco-cristãs, seus falsos pudores, dogmas e restrições e a afirmação sublime da soberania do império negro e suas entidades sombrias e umbralicas. Tudo isto rendeu à Nocturnal Winter nestes 11 anos de estrada

 

Arena Metal – Agradecemos a entrevista cedida, e parabenizo pelo ótimo álbum lançado. A banda tem uma história longa, e muita gente não conhece. Coisas antigas que não são comentadas. Gostaria que esclarecessem por que a Debut Demo Tape “Vampyre The Beast Prisoner Of Hunger” não é comentada em canto algum?
Nocturnal Winter
: Ahura Guerreiro! Agradecemos a honra em participar do seu trabalho que vem em evolução desde que lançado. Nossa demo "Vampyre" foi repassada mão a mão apenas para apreciadores mais próximos (amigos), considerando que na época de lançamento não era tão acessível disseminar o trabalho em comparação ao cenário atual e ainda, a banda estava em fase de formação tanto de integrantes como da metodologia a ser abordada nas letras e músicas, entre outros. Caso haja interesse em adquirir o material temos em formato mp3, numa qualidade bem “tosca”, que poderemos disponibilizar para a sessão downloads do Arena Metal, para que possam observar a evolução da Nocturnal Winter.

Arena Metal – Naquela época a banda notoriamente tinha fortes influências da Inferus banda local. Hoje o line-up comporta outros guerreiros, quais seriam as fortes influências musicais?
Nocturnal Winter
: Com certeza a Inferus foi uma horda que marcou historia para a cena underground nordestina e que pode ter influenciado indiretamente tanto a Nocturnal Winter como outras bandas, apesar de que desde o inicio a Nocturnal Winter busca ter sua identidade. Visto que a Nocturnal Winter atualmente é composta por 06 integrantes cada um tem o direito de aplicar/adaptar/opinar nas composições, o que tentamos é não fugir do tema central, se indiretamente ficamos parecidos com tal banda é conseqüência do que os integrantes escutam.

Arena Metal – E no âmbito filosófico? Visto que as letras tratam de uma lírica bastante obscena.
Nocturnal Winter:
Se bem entendemos você perguntou sobre nossas Influências filosóficas, logo a resposta é que os CULTOS ANCESTRAIS é o conteúdo da maioria das letras.


Arena Metal – Aproveite para nos dizer o que é “Sadomarsonáculo”?
Nocturnal Winter
: É a junção dos termos dos elementos básicos de um rito orgiastico. O corpo humano devidamente submetido a níveis de dor e prazer visando fazer a consciência transcender a outras dimensões.
SADO=dominaçao+marso=subjulgaçao, escravidao+náculo=recipiente,receptáculo

Arena Metal – Normalmente bandas de Black Metal têm ideias fortes no sentido anti-religioso. Qual o posicionamento da banda acerca da caça religiosa e a recíproca dos religiosos aos satanismo?
Nocturnal Winter
: O termo “satanismo” que traduzindo em termos leigos significaria O CULTO DE SATÃ, A RELIGIAO DE SATÃ, pois bem, a palavra satã foi mencionada pela primeira vez na escrituras bíblicas, ou seja, é uma entidade do CULTO CRISTÃO e para A Nocturnal Winter cruz é cruz não importa em que sentido esteja se para cima ou para baixo; Aleister Crowley (grande mestre) quando questionado sobre tal assunto respondeu: "não sou satanista, pois para sê-lo teria que ter grande conhecimento sobre o cristianismo, ou seja, ser cristão, o que eu também não sou".
Quanto à caça aos cristãos pensamos que de nada adianta discursar sobre a morte e o sofrimento aos cristãos, quando eles dormem no quarto ao lado, os chamamos de pai, mãe, irmão e nada fazemos a respeito, é mera pederastia; o que estamos esperando, que eles nos ataquem primeiro, são uma raça fraca, inferior e sabem disto, nunca vão cometer este erro.

Arena Metal – A banda executa suas músicas em português. Por que não em inglês, uma língua mais abrangente, mundialmente falando.
Nocturnal Winter
: Gostamos de compor em português, apesar de que já compomos músicas em inglês na demo "Vampyre", não há resistência em compor em inglês!

Arena Metal – Musicalmente vocês evoluíram bastante, a banda tem como objetivo fazer um Black Metal mais trabalhado, demonstrando suas evoluções musicais, ou continuar com essa linha (nórdico, mais raiz) que mostraram no “Sadomarsonáculo”?
Nocturnal Winter
: Evoluímos ao longo do tempo, sem dúvidas, sempre buscando manter nossa identidade e originalidade e inovando em alguns pontos, para o próximo trabalho, que já está em andamento, concerteza haverão inovações sem fugir da linhagem proposta pela horda.

Arena Metal – Atualmente vimos mais shows na linhagem Thrash Metal ou até mesmo Death, qual a opinião da banda quanto à cena não dar espaço relativamente igual ao Black Metal?
Nocturnal Winter
: Para nós o Thrash e Death Metal são estilos mais populares, (não melhor ou pior do que o Black Metal), embora isso é variável nas regiões brasileiras, pois em alguns estados tem mais shows de Black Metal do que outros estilos.

Arena Metal – O Black Metal tem uns preceitos e um interessante e contra as drogas entre os Black Metallers, o que a banda tem opinar sobre esse código?
Nocturnal Winter:
O livro da lei diz: "usareis vinhos e estranhas drogas para transcender tua consciência”, porém, se for para envergonhar e empobrecer nossa cena é bem melhor que não usem mesmo.

Arena Metal – Finalizamos essa entrevista agradecendo e deixamos a seguinte pergunta: O que vocês diriam sobre as bandas de Black Metal pernambucana desde o final de 90’s começo de 2000’s e final de década? E qual (is) banda (s) que estagnou (aram) seu trabalho nesse período faz falta?
Nocturnal Winter : Acreditamos que a década de 90 foi o marco para a disseminação de bandas de Black metal em Pernambuco, muitas bandas surgiram, embora poucas conseguiram manter-se até os dias de hoje. Quanto aquelas que fazem falta podemos citar: Inferus, Empire of Shadows, As The Shadows Fall, entre outras que também marcaram a evolução do Black metal Pernambucano.
Deixamos o nosso eterno agradecimento pelo espaço cedido e nossa admiração por seu honroso trabalho em prol das hordas e dos guerreiros do culto das artes obscuras, bem como para nos por a sua total disposição para colaborar com sua sublime obra sempre que nos for solicitado.

Ahura e saudações!

(por Hugo Veikon)