Em uma conversa exclusiva o Vocalista Pedro ele nos conta como está a banda NECROHOLOCAUST e quais são os planos da banda para o futuro, visto que houve algumas mudanças no line-up e a banda está de volta aos palcos da cena Metal de Pernambuco.

Arena Metal - Caro Pedro, primeiramente gostaria de agradecer a oportunidade da entrevista, gostaria de saber como anda a Necroholocaust, visto que a banda vem protagonizando alguns shows pelo Recife e interior do Estado de PE?
Pedro (vocalista) -
Saudações Hugo e Arena Metal! Então, a banda após um bom tempo parada está ai de volta fazendo alguns shows. Tivemos a oportunidade e pretendemos continuar assim se for possível vamos começar as novas composições também, que em breve vão ser executadas! Mas é muito bom estar de volta rever os amigos em shows tanto aqui em Recife como no interior do estado e sempre muito gratificante!

Arena Metal - Em falar em novas composições a banda está com um novo line-up, não mais o mesmo de 2007, ano que foi formada a banda. Observamos que a banda ainda integra alguns músicos da antiga formação, mas adicionaram Rivelino. Como se deu a entrada do mesmo e as novas composições conta com ideias desse guitarrista?
Pedro -
Na verdade a banda foi formada em 2006, por mim e o ex-guitarrista Miro Nomura que estava fora do país, quando ele voltou já estávamos com esse ideia de formar uma banda, ai foi que na procura de integrantes para banda falamos com Beto, que já tinha tocado com Miro no Infested Blood e entre conversas e Biritas, ele na hora aceitou fazer parte da banda, pois também já éramos amigos há um bom tempo.

Então tudo veio a dar certo para o começo da banda. Agora estamos com um novo line – up e espero que se mantenha por um bom tempo! Pois passamos a maior parte desse tempo parados por falta de um guitarrista que se adequasse a banda tínhamos feito alguns testes com outras pessoas, mas não dava certo, ai foi que nós comunicamos com Rivelino e ele se adequou muito bem a banda. E sobre as novas composições já temos 2, mas já tinham sido feitas antes de Rivelino entrar na banda, mas as novas composições vão começar a ser feitas com todos da banda participando e dando idéias! Também temos o grande brother Carlos, que está fazendo o baixo e ele está há um bom tempo na Necroholocaust.

Arena Metal - A divulgação do único material da banda teve um apoio de um selo regional (suicide apology), e este material vindouro a banda já tem ideia de como será lançado? Um EP, Demo, ou oficial?
Pedro -
Sim, nosso primeiro registro, a demo Insane Devastation, foi lançado pelo selo suicide apology do guerreiro Daniel Lord Ocult e teve uma boa divulgação aqui no Brasil e em alguns países, estamos vendo como vai ser esse lançamento, mas antes disso vamos gravar uma ou duas músicas promos para a divulgação!

Arena Metal - Como relatamos agora pouco, a banda vem fazendo alguns shows no interior de Pernambuco, mas também tocou no Bomber Rock Bar, casa que vem realizando muitos eventos na capital, me aponte a diferença do público da capital e do interior, porque atualmente na capital parece que o público vem diminuindo, não é?
Pedro -
No meu ver, a diferença atualmente é que no interior do estado se mantém aquela instiga dos bangers agitando, comparecendo aos shows, comprando material das bandas underground... Isso eu já não vejo tanto assim aqui na capital, que está no meu ponto de vista com um movimento underground meio que apagado. Poucas pessoas estão comparecendo aos shows, mas tem um ponto positivo nisso, é que a frequência de shows aumentou dando espaço as bandas novas e antigas. Mas precisamos apoiar mais a cena aqui, pois o que vejo, são só pessoas falando: “que as bandas são isso e aquilo”, mas na hora de ir a um show e apoiar as bandas não comparecem. São como falam atualmente: “ciberbangrers”, que vivem escondidos atrás de um computador!

Arena Metal - Sobre essa atitude underground (metal) que sempre falamos aqui nessa nossa conversa, vocês são pessoas que já estão na cena há um bom tempo e o que apontaria de positivo e negativo da cena underground da década de 90 aos dias atuais?
Pedro -
A cena nos anos noventa, em minha opinião, era mais unida não se via essas fofocas que rolam como hoje entre os bangres e algumas bandas. Tinha-se apoio dos bangers nos shows, claro que não havia shows com tanta frequência como agora, mas os que aconteceram foram memoráveis o público sempre agitando e coisas do gênero metal!

Já hoje em dia, se ver muitos shows e pouca qualidade, alguns promovendo shows só para se dar de bem $ e respeito as bandas nenhum, mas também se tem meios mais avançados para a divulgação das bandas, melhores equipamentos, mas nem sempre colocados em shows. Isso tem seus pontos positivos e negativos, mas mesmo assim o underground está ai sobrevivendo cada vez mais forte!

Arena Metal - Realmente a cena não é mais a mesma, e acho que a internet ‘fudeu’ um pouco o que era underground (no verdadeiro sentido da palavra), mas a Necroholocaust usa esses meios para poder divulgar a banda ou preferem trabalhar ainda com troca de material via carta, com impressão de flyers e tal?
Pedro -
Eu ainda uso este antigo meio de comunicação, mas é claro que a internet veio para ajudar em muitas coisas em termos de divulgação para as bandas!

Arena Metal - Realmente é a internet ajuda, pois vi o material de vocês para baixar na net, mas eu tenho o demo original (rsrsrs...), esse material trata de temáticas fortes de coisas sobre a mente, dominação, a banda já tem novas letras prontas para o material que você mencionou que será lançado? Do que ele tratará?

Pedro - Bom, eu acho isso muito bom por uma parte, pois tem coisas que eu posso conseguir na net que não consigo por aqui! kkkkkkk....
Os temas das músicas novas ainda estão meio indefinido. Eles vão abordar atos brutais que acontecem no mundo e a aversão contra as religiões que vêm alienando a população!

Arena Metal - Esse tipo de assunto sobre anti religião é um assunto que 99% das bandas de Death abordam, vocês não acham que isso cai no clichê?
Pedro -
Mas depende, no meu modo ver, de como você atribui esses assuntos. Tem que ter sentido no que se quer passar, mas como falei antes estamos, tipo que definindo o que abordamos, pois se tem uma imensidão tópicos em que você pode abordar.

Arena Metal - Bem, teríamos muitos assuntos para tratar, mas vou deixar para quando a banda lançar esse material, bem, vamos finalizar com uma pergunta que eu gosto de fazer, já que o assunto é Death. Que som você gostaria que rolasse em seu funeral? Kkkk...
Pedro -
Porra!kkk... Em primeiro lugar, Hugo, quero agradecer a você e o pessoal do Arena Metal, que vem sempre apoiando dignamente a cena underground de Pernambuco e do Brasil, continuem assim. Honra e força ao underground sempre! Bem, a música pro meu funeral seria nada mais nada menos que Death Metal do POSSESSED. Então é isso, quero aproveitar o espaço pra agradecer também a todos que vêm dando força ao NECROHOLOCAUST, podem esperar que muito ainda está por vir!

STAY BRUTAL!

                                                                                             (Por Hugo Veikon)

<< Voltar ao Site