Lethal Rising é uma banda que fixa suas melodias e peso no juízo de quem a ouve. Uma musicalidade que flerta com o Metal Progressivo e Power Metal a banda, que apesar de ter 7 anos de existência, lançou agora seu primeiro material de carreira. Conversamos com eles e tivemos totais esclarecimentos. O vocalista Adriano forte chegou a fazer a seguinte afirmação: "Agora não tem mais parada, a Lethal Rising está de volta, para marcar o nome da banda no rol das grandes bandas do Metal Pernambucano."

(Entrevista por Hugo Veikon)
 

Arena Metal - A Lethal Rising já tem sete anos de carreira mas tem poucos shows realizados. Porque tanto tempo de silêncio para nos revelar quão vocês são bons no Metal Progressivo?
Lethal Rising:
 Nós passamos por mudanças na formação, mas o fator principal foi um projeto paralelo dos membros da banda, que investiram em outro ramo musical, no intuito de ganharem alguma grana fazendo música, o que é raro tocando Metal, principalmente em nosso estado. Após a saída dos membros desse projeto, nós retomamos os trabalhos e estamos na luta novamente.

Arena Metal - Vocês estão cientes que em Pernambuco não tem uma leva grande de bandas do estilo Metal Progressivo, mas foram abraçados por um bom número da galera da parte mais extrema do Metal pernambucano. Vocês acreditam que há possibilidade de entrarem em cast de shows com bandas mais ao seu estilo como Kriver, Dunehill ou  bandas mais  extremas (como Hate Embrace eStorms) e agradar ambos os públicos?
Lethal Rising:
 Nós acreditamos, que podemos nos encaixar em diversos modelos de cast, pois nosso som tem boas melodias, mas sem perder o peso necessário, pois sem peso não há metal. Muitos dos brothers, que curtem som extremo, acabaram por abraçar o som da Lethal Rising, porque é técnico, mas com agressividade, sendo assim, não soa como Heavy Metal Melódico, um rótulo que carrega consigo um certo preconceito da galera do extremo, e por incrível que possa parecer todos os membros da banda têm o hábito de ouvir música extrema, porém a maioria com bastante técnica, caso de bandas como Nile, Beyond Creation, Death etc.

Arena Metal - E agora com o Against The Fear em mãos, vocês acreditam que a frequência de shows podem disparar?
Lethal Rising:
 Acreditamos que oportunidades irão surgir, mas como o metal em Pernambuco não anda produzindo shows de Heavy Metal com tanta freqüência a banda está trabalhando firme na divulgação e aguardando convites.

Arena Metal - E em questão de tempo, a banda está preparada para agendamento de shows tanto pelo estado de Pernambuco como fora?
Lethal Rising:
 Estamos ensaiando bastante e buscando deixar as músicas redondinhas, para que em uma oportunidade nós estejamos prontos para fazer um show bacana. Como todos temos nossas atividades fora da banda nós teríamos de nos organizar bem, para enfrentarmos shows fora do Estado, mas quanto a show no Nordeste, estes seriam os mais fáceis de nos adequarmos com datas.

Arena Metal - O lançamento do Against The Fear foi exclusivamente em rede social. Por que não o segurar para fazer esse lançamento em um show?
Lethal Rising:
 As redes sociais têm força sobrenatural (risos), daí optamos por lançar o Against The Fear no Facebook. Mas desde o primeiro momento que soltamos algo já tínhamos os cds confeccionados, pois havia boa expectativa de vendas. Aguardar um show para lançar poderia demorar, pois já estávamos ansiosos para ter um feedback do público, quanto ao nosso trabalho, afinal já são 7 anos de banda e nada havia sido lançado.

Arena Metal - Cara, vou continuar no clique da rede social. Vocês estão com um merchandising muito foda (NR.: além do CD de ótima qualidade tanto sonora quanto gráfica, a banda dispõe de camisas com estampa colorida frente e costas). A divulgação está apenas em rede social ou vocês já negociam a venda em alguma loja? Como os interessados podem adquirir esses materiais da Lethal Rising?

Lethal Rising: Não negociamos venda em nenhuma loja, pois como é nosso primeiro lançamento acabamos por pensar, primeiramente, em aparecer para o público, de forma massiva, angariar bons contatos (talvez por assessoria de imprensa) e buscar parcerias para vendas em outros estados.  No momento, nosso foco são as redes sociais, mas com a venda do material físico sempre rolando.

Arena Metal - Vou dizer um ponto negativo do EP: Quando você está no melhor do disco ele acaba. São 5 músicas dentro de 25min. O tempo está excelente, mas porque não fazer logo um full?
Lethal Rising:
 Temos músicas suficientes para um full, mas um EP nos serve como termômetro da banda. Já estamos trabalhando forte e vamos começar a pré-produção do nosso primeiro registro full ainda este ano.

Arena Metal - Adriano, sua voz não é aquelas chatas vozes melodiosas. Ela é suja, porém é clara como pede o estilo. Pra quem não conhece o som da Lethal Rising, diga aí a linha de som que você busca.

Lethal Rising: Muito obrigado, Hugo. Nós temos influências de diversas bandas e estilos, porém o Power Metal e o Progressive Metal é bem presente em nossa música. Symphony X, Dream Theater, Angra e Iron Maiden são algumas de nossas influências, mas há quem diga que o Symphony X é nossa influência latente, porém eu deixo as comparações para quem ouve e foco apenas em nosso jeito de compor e tocar. Eu, como vocalista, tenho como maiores influências Jonny Lindqvist (Nocturnal Rites), Russell Allen (Symphony X) e o melhor vocalista na ativa, em minha humilde opinião, que é o Jorn Lande.

Arena Metal – Outra curiosidade que tenho é sobre se a opção de você ser o escolhido pra fazer a arte do álbum foi uma questão de economia a mais ou foi porque você fez questão de colocar a roupa no filho:...risos
Lethal Rising:
 (Risos) Sim, foi uma opção de não gastarmos uma boa grana com designer de fora. Como eu sempre estive à frente dos trabalhos gráficos da banda, acabei por unir o útil ao agradável... Risos.

Arena Metal - Faz tempo que não vejo uma banda com um line-up assim (voz, baixo, bateria, teclado e duas guitarras), cada um fazendo um único papel. Este formato dificulta na elaboração de músicas? E os ensaios são fáceis de articular a agenda de todos?
Lethal Rising:
 Não dificulta na composição, pois normalmente Marco Melo ou Pablo Romeu já chegam com algo semi-pronto e nós só fazemos lapidar com a ajuda e opinião de todos. Isso é bem democrático na banda. Assim como eu estou à frente da maioria das composições, das letras e linhas de voz, Pablo é um ótimo cantor e compositor e também cria linhas de voz e letras. Os ensaios nem sempre rolam com todos os membros, mas mesmo que alguém falte por motivos importantes a banda não deixa de ensaiar, pois estamos bastante focados em deixar tudo pronto, para um futuro show.

Arena Metal - A faixa "Slaves" (terceira no EP) se mostra uma boa bala, porque apesar de balada a mesma tem peso e outros elementos. Foi proposital fazer uma música assim, ou era uma das cotadas pra incluir no EP, já que vocês têm outras músicas além das que estão no Against The Fear?
Lethal Rising:
 Ela foi criada por Marco Melo do jeito que podemos ouvir e foi a primeira a ser escolhida a entrar no EP, quando ele sequer tinha um nome. Quando ouvi pela primeira vez eu achei formidável, pois ela alia peso e melodias incríveis. Eu pude desenvolver bem a letra e linha de voz, além de mostrar um pouco de versatilidade em vocais bastantes diferentes, sendo hora limpo e suave, hora cheio de fúria.

Arena Metal - É isso ai pessoal... Parabéns ao excelente trabalho e obrigado pelo tempo, mas apesar de estarmos passando do nosso formato padrão, que são 10 perguntas, tenho mais duas: Podemos esperar o full pra quando? Já começaram a correr atrás de gravadora?
Lethal Rising:
 Primeiramente gostaríamos de agradecer pelo apoio e incentivo ao nosso trabalho, pois sem veículos como o site Arena Metal, bandas como a nossa não teriam a visibilidade necessária para divulgar o trabalho com empenho e profissionalismo. Estamos nos planejando para lançar o full em 2015, pois em breve começaremos a pré-produção e sem seguida já entraremos em estúdio para gravar, até porque já temos músicas suficientes para compor o mesmo. Agora não tem mais parada, a Lethal Rising está de volta, para marcar o nome da banda no rol das grandes bandas do Metal Pernambucano.  Mais uma vez, muito obrigado pelo espaço. Vamos continuar na luta por qualidade musical e fortalecimento do Metal Pernambucano.

[FACEBOOK]

por Hugo Veikon

 

<< Voltar ao Site