Formada em 2008 a banda lançou um EP Drachenorden  e conquistou espaço rapidamente na cena Nordestina, assim tocando em show significativos como Abril Pro Rock, dentre outros. A banda sofreu algumas mudanças em sua formação e agora mostra novos membros. Falamos com Alcides Burn, vocalista da banda, que nos respondeu algumas questões.

(Por Hugo Veikon)

Arena Metal - Primeiramente grato pela entrevista. Faz um tempo que foi anunciado o lançamento do The Salem Witchcraft Events, como está o andamento desse material e quando podem afirmar o lançamento do mesmo?
Alcides: Eu que agradeço a entrevista. Infelizmente The Salem Witchcraft Events... ainda está sendo finalizado, tivemos alguns contratempos, mudanças na formação, umas coisas rolaram. Vai demorar um pouco ainda o lançamento do CD mas vai sair com um EP junto com músicas criadas pela nova formação. Serão 2 CDs ao mesmo tempo. Em breve novidades.

Arena Metal - O Debut da banda foi completamente independente e de bônus a banda deu um DVD. Quanto ao futuro lançamento ele vai ser mais uma vez independente ou já tem alguma promessa de alguma Gravadora e terá de bônus apenas as músicas do EP?
Alcides: Temos uma proposta para lançamento, de um selo, quanto ao EP bonus, não será Drachnorden, será um EP com músicas inéditas criadas pela nova formação, será como se fosse um terceiro CD.

Arena Metal: Nesta mexida de formação, vocês integraram Arthur Lira (ex Cangaço) e Alejandro (ex Decomposed) como se deu a escolha desses na banda? vou logo afirmando que Arthur deu mais peso para a banda.
Alcides: Sim, realmente não só Arthur como Alejandro e a volta de Túlio deram uma cara diferente a banda, mudamos um pouco o estilo mas não perdemos as características do IDR. Quanto as escolhas, Túlio já estava praticamente de volta depois que tocamos no FORCAOS, Arthur já era uma escolha que agente tinha eu e Miguel, era só questão de tempo pra conversar com ele e Alejandro foi meio que  coincidência, ele tava no recife antigo conversando com Miguel dizendo que tava querendo voltar a tocar e tirar um som dai chamei ele e perguntei se ele num tava afim de tocar com agente, ele aceitou de imediato, pra mim foi muito bom pois sou muito fã do Decomposed God e curtia muito o trabalho dele na banda. To muito satisfeito com os novos membros, mudamos a forma de compor, o estilo e ate a forma de trabalhar.

Arena Metal - Vemos a sua satisfação como líder da banda ao lado de Miguel (que é um cara que toca rindo de tanta satisfação com a banda), temos visto alguns investimento da banda em alguns Merchandising, tipo camisa. O mais podemos esperar da Inner Demons Rise, neste assunto?
Alcides: Esse negócio de Miguel tocar rindo agente já ta dando um jeito, ele vai tocar de mascara agora hahahhha, putz, num tem jeito não cara, o mais que agente fala mas o cara só faz rir. Quanto a novidades, por enquanto só as camisas mesmo e talvez algo mais em CD's, mas tudo isso é muito caro, não da pra gente fazer toda hora, é um gasto. Mas sempre que pudermos lançaremos algo legal.

Arena Metal - A agenda de shows da banda começou a ser preenchida, vocês já têm a programação para o restante do ano?
Alcides: Não, por enquanto só temos esse show de Moreno confirmado no dia 14 de julho, tem outros que estamos aguardando respostas. Estamos mais concentrados nas novas músicas e nos ensaios.

Arena Metal - O que motivou a saída de alguns membros da banda como Paulo André - Magno e Oswaldo?
Alcides: Digamos que tenha sido necessário mudar, acho que o maior de todos os fatores tenha sido a falta de interesse de alguns deles. Mas foi tudo de boa, ainda nos falamos e somos amigos. Inclusive o Paulo tava lá no show da gente e no outro dia me ligou pra elogiar a banda. Acho que o mais importante é ter mantido a amizade.

Arena Metal - A banda é relativamente nova, mas conquistou rapidamente um espaço na cena Nordestina. O que você apontaria para ter levado a banda a uma conquista tão rápida na cena?
Alcides: Acho que se você trabalha sério e se dedica 100% a um material que você lança as coisas tendem a dar mais que certo, muitas bandas não se preocupam em lançar uma material descente, com uma apresentação não legal, uma boa gravação.

As vezes a própria banda tem até uma grana pra investir, mas prefere economizar e acabam lançando de qualquer jeito, se você tem um talento pra fazer algo, mesmo que não seja na música você tem que investir nele de alguma forma, que chame a atenção das pessoas.

Lógico que os contatos também é muito importantes, mas garanto que se os contatos pegam qualquer material, pode esquecer. Apresentação é tudo.

Arena Metal - Sem dúvida contato e dedicação são fatores principais. Você acredita na possível tour da IDR fora do eixo nordeste? Os membros estão disponíveis para essas possíveis viagens?
Alcides: É por isso que disse que a banda é um projeto hehehe, exatamente por isso, quem sabe um dia se nos organizarmos essa tour possa rolar, mas por enquanto estamos disponíveis apenas pra tocar num fim de semana em algum ligar, e isso tem que ser conversado com todos. Tenho meus projetos, Miguel os dele, Arthur tem sua faculdade, Túlio e Alejandro seus trabalhos, teria que ser uma coisa combinada a longo prazo, quando fizemos a primeira reunião foi exatamente isso que conversamos, uma coisa sem pressão, só toca se der, senão ta tranquilo, gostaríamos muito de fazer muitos shows, mas o tempo de cada um impede isso. Mas, estamos na ativa, se pintar convite agente vê e vai lá destruir tudo.

Arena Metal - Isso é um fator realmente para não se viver de Metal no Brasil e até mesmo nos dias de hoje. Quais as condições para ter a Inner Demons Rise em um cast, no show?
Alcides: O mínimo de condições pra realizar o show, um bom som, despesas de hospedagem e alimentação pagas se for fora de Recife, uma ajuda de custo e umas cervejas, água e refrigerante (nosso baterista não bebe) hehehe. Acho que é o mínimo que as bandas deveriam pedir.

Arena Metal - Deixo o espaço para algum recado à galera que está esperando a nova cara da IDR.
Alcides: Valeu pela entrevista, podem esperar que nosso demônios internos estão mais vivos do que nunca compondo a nova trilha sonora da destruição! \,,/

Myspace

                                                                                             (Por Hugo Veikon)

<< Voltar ao Site