A banda INFECTOS iniciou suas atividades no final de 2011 para o começo de 2012. Já passou por modificações em sua formação, mas logo se estabilizou e assim gravando seu Debut demo intitulado Decadência Humana. A banda cedeu entrevista para este site com exclusividade falando sobre esse material.

(por Hugo Veikon)

Arena Metal - Valeu galera pela entrevista cedida ao Site Arena Metal. Sabe-se que a INFECTOS é uma banda relativamente nova, então, fale-nos como funcionou o recrutamento para a formação da INFECTOS.
INFECTOS: Nós quem agradecemos pela oportunidade. A banda foi idealizada pelo atual guitarrista Bruno e pelo ex-baterista Douglas (atual Subinfected). Inicialmente chamada Terror Silence com pegada Thrash/Death, sem êxito a banda tomou um novo rumo com novos integrantes, convidando amigos das antigas, Djalma “Infernal” para o vocal e Ruan no baixo, ambos estavam com sangue nos olhos para tocar Death Metal começando assim a INFECTOS (nome dado por Djalma). Após alguns ensaios surgiu a necessidade de mais uma guitarra, assim então convidamos Luana para assumir a outra guitarra. Devido a alguns desentendimentos, Douglas decidiu sair da banda e assim convidamos mais um grande amigo Arthur com seus blast beats dando uma nova cara à banda. Os novos integrantes chegaram cheios de influencias Brutal Death Metal e Gore/Grind resultando na DESGRAÇA (nome da 1ª música da banda) que ficou.

Arena Metal - Foi interessante como a banda mesmo sem ter um material lançado conseguiu shows. Como funcionou essas articulações?
INFECTOS: Através de amigos que confiaram no nosso trabalho e nos deram oportunidade, como Jeovani Morais (Plague Inside), que nos indicou à George (Nefando) organizador do evento “II Ritual Infame”, nosso primeiro show. Com isso a divulgação do nosso trabalho mesmo sem material físico.

Arena Metal - Mas já temos conhecimento de um material debut da banda. E ai, quantas faixas? Como está a qualidade de gravação? E como será essa tiragem do CD?
INFECTOS: Nosso primeiro material titulado “Decadência Humana”, está em processo de finalização e previsto para ser divulgado em Fevereiro e irá contar com 6 (seis) faixas e 1 (uma) introdução. Toda a gravação foi feita em um Home Estúdio localizado no Cabo de Santo Agostinho chamado Suicide Apology Rec, e para um material Demo a qualidade da gravação está muito boa. De início iremos apenas fazer distribuição de material, publicar nas redes sociais da banda e ver no que vai dar (hehehehe).

Arena Metal – O material da banda tem o apoio da Suicide apology, como será essa parceria, eles vão lançar grande tiragem ou uma pequena tiragem, haverá uma ampla distribuição?
INFECTOS: Então, nós estamos gravando nosso primeiro demo com tal apoio, a parceria com a “Suicide Apology Rec.” se resumiu apenas na gravação, quem vai lançar o demo seremos nós e não será com grande tiragem. A distribuição por enquanto fica por nossa conta, temos contatos com pessoas de outros estados que levarão o material para sua cidade, e de alguma forma ajuda na divulgação.

Arena Metal - A banda acabou de realizar um show neste mês de janeiro, mas para o lançamento pretende algum show de lançamento ou tem mais shows já fechados?
INFECTOS: Nossa ideia era divulgar neste show da Hellfire, mas por alguns motivos de atraso não foi possível. Esperamos sim fazer um show de divulgação do material, mas até agora não temos nenhum show confirmado.

Arena Metal - Vocês mencionaram o nome de uma das músicas, mas já sabemos o nome de outras, antes mesmo do lançamento. Então vamos deixar os leitores com curiosidade. Gostei do título da música "Manipulação Cerebral", essa retrata sobre o que exatamente? E a Pragas do Canibalismo aborda que tema?

INFECTOS: A letra “Manipulação Cerebral” aborda uma serie de transtornos psicóticos na cabeça do homem que o converte um ser inocente e progressivo em apenas um cara que tem sede de morte, um monstro sem vida controlado e manipulado e ao mesmo tempo uma crítica contra o sistema. Já “ Pragas do Canibalismo” retrata um grupo de psicopatas que mata por prazer e alimenta-se de suas vitimas. Nossas composição são voltadas nestes aspectos de morte e loucura da mente humana, voltada também para a realidade.

Arena Metal - Por isso que perguntei sobre os assuntos dessas duas músicas. Já no tocante de priorizar algo em primeiro plano. A INFECTOS prioriza mais as melodias trabalhadas ou os assuntos líricos abordados? E vocês acham que os assuntos expelidos possam atingir aos que ouvem a banda de alguma forma?
INFECTOS: A preocupação vem de ambos, tanto com a melodia quanto a letra, pois as mesmas agem em conjunto. Pode atingir de alguma forma ou não, isso vai de cada um, nossas letras vão de histórias de psicopatas a coisas referentes ao sistema que vivemos. Cada cabeça uma sentença, tem gente que tem certa preocupação em saber a temática da banda, já outras só tem uma ligação totalmente musical.

Arena Metal - Não tem como fugir dessa pergunta. A banda tem uma mulher no seu line-up, atualmente isso é mais comum, mas ainda vejo comentários de algumas pessoas quando uma banda incorpora uma mulher em algum instrumento. Vocês têm a Luana Rodrigues (guitarrista base), a banda, ou a Luana já sofreu algum preconceito do público ou de alguém do meio?
INFECTOS: Dentro da banda ela nunca sofreu nenhum tipo de preconceito e nunca sofrerá, somos todos amigos a muito tempo e estamos juntos pelo mesmo ideal, fazer um som que gostamos e sem se preocupar com “nada”. Já ouvimos comentários maldosos de “crianças” na cena que não conseguem ver uma mulher numa banda que já sai disparando putaria. E outros comentários referentes a ela ser uma mulher “delicada” para tocar Brutal Death Metal. (risos)

Arena Metal – Quais as influências para as composições tanto líricas quanto instrumentais?
INFECTOS: Nossas bases são bastante influenciadas por bandas como Abominable Putridity, Pathology, Putrid Pile, Human Rejection, Begging For Incest, Krisiun, Six Feet Under, etc. Nossas letras são inspiradas em varias coisa que assistimos e lemos.

Arena Metal – A parte gráfica ficou bem The Walking in Dead, como funcionou o "brainstorm" para a criação dessa arte?
INFECTOS: Foi um fato engraçado, pois não tínhamos pensado numa capa propriamente dita. Luana, que já tem uma prática com computação gráfica, fez aquela arte numa tarde entediante. Ela nos mostrou e gostamos, a arte tinha a ver com a temática da banda e decidimos ficar com ela.

Arena Metal – Pra finalizar diga-nos quais as metas para 2013 e deixo o espaço para vocês comentarem algo que vocês queiram complementar.
INFECTOS: Esperamos gravar um material oficial daqui para o fim do ano, fazer o nosso som como gostamos e veremos o que vai dar lá na frente. Primeiramente gostaríamos de agradecer a Arena Metal pelo espaço, e aproveitando a deixa, vamos pedir para que apóiem o Metal nacional e que vão para os shows de sua cidade, pois quem faz o Underground somos nós e não devemos deixá-lo morrer, compre os CDs, tapes, demos das bandas locais, leiam as zines e parem de encher a cara na frente dos eventos, entrem e encham a cara lá dentro. Vamos fazer essa porra crescer.

                                                                                             (Por Hugo Veikon)

<< Voltar ao Site