Black Devotioné um projeto de Black Metal brasileiro focada na doutrina O9A/O.N.A (Order of Nine Angles), esse projeto lançou recentemente o “The true Devotion”, conversamos com Peste o Criado desse projeto fundado em 2009.

Arena Metal - A Black Devotion foi idealizada por você, mas a mesma chegou a concretizar um material fonográfico. Dessa forma gostaria de saber como se deu o processo de composição e gravação do material (The true Devotion).
Peste - A ''The true Devotion'' marca pessoalmente a minha evolução sobre os seguimentos do Satanismo Anti-cósmico focado na O9A, tentei fazer algo mais ligado a legião letras sobre o tema, etc. Resolvi absorver tudo isso para o novo trabalho do projeto, já que abordo esse ideal no mesmo.

Arena Metal – Mas quanto o processo de gravação, conte, aos que não tem o encarte em mãos, como funcionou o processo de gravação, visto que a banda é um band one-man?
Peste - Nesse novo trabalho eu assumi os vocais, gravei as guitarras com algumas bases mais trabalhadas em relação ao trampo anterior e o baixo como sempre fiz. Opto por uso da bateria programada, isso não ajuda muito na qualidade do som, mas fica mais viável quando se trata apenas de uma pessoa no projeto.

Arena Metal – Então a Black Devotion deve ser considera como projeto ou você tem como meta torná-la uma banda e assim realizar shows?
Peste - Sempre tive a vontade de realizar show com a Black Devotion, isso é uma meta para mim, mas tenho uma grande dificuldade de encontrar membros dispostos a fazer um trabalho correto e dedicado por aqui, recentemente eu convidei Leandro Cavalcante da Devakhan para assumir a bateria! Tudo indica que essa parceria irá da muito certo, agora só me falta encontrar o restante dos membros para apresentar de uma forma mais concreta a real magia que existe na mensagem da Black Devotion.

Arena Metal – Voltando ao assunto ideologia ou mensagem. Você disse falar sobre o Satanismo anti-cósmico, etc. Daí eu vi na letra da faixa “Agios O Lucifer” falando sobre ‘Kliphot’ esse assunto é abordado também em bandas como Dissection. Daí os elementos líricos da Black Devotion vão sempre abordar sobre o lado obscuro ou cosmos, de forma direta?

Peste - Com certeza, Eu criei a Black Devotion para através da música poder transmitir os pensamentos e sentimentos que estão em harmonia com éon sombrio e com isso poder representar adequadamente novas formas de energias Satânicas para operar dentro o plano causal... Aqui não há nada apenas o real Satanismo! Total desprezo ao falso Satanismo jogado pelo Lavey e sua trupe de seguidores idiotas sem nexo algum! Hail Chaosophia!

Arena Metal – Você acabou de tratar os seguidores de Levey como idiotas, certo? Você não acha que seria uma falta de respeito com as bandas de Black Metal que tentam expressar sua indignação contra o cristianismo? As demais não são válidas? Da forma que você falou parece querer impor sua ideologia.
Peste - A palavra não seria impor, a Black Devotion está aí e segue o caminho sinistro. Eu sou totalmente contra aos seguidores do Lavey, rotular aquele ideal pseudo Ateu/Humanismo de satanismo chega a ser um desrespeito, não existe se quer nenhuma ligação. Eu também não tenho nada contra as bandas que abordam uma tematica mais politica (acho que podemos chamar assim) com a sociedade do cristianismo sem ser focada no Satanismo em base de religião, afinal eu sou totalmente contra a doutrina cristã.

Arena Metal – Bom, quanto ao ponto cristianismo, vi recentimente em uma rede social você apoiando uma banda de Heavy, nova na cena Pernambucana, mas nos 'thanks' dessa mesma banda consta o agradecimento a deus, justifique esse apoio a esta banda.
Peste - Exato, sei que banda é essa que você está se referindo. Eu andei escutando o som desses caras pelo que vi da letra eles falam de warcraft (o jogo), não sei sobre o resto, apenas escutei essa música, mas sobre esse agradecimento no encarte da banda eu particularmente não tinha visto, pois só ouvi a música via youtube com cenas do jogo, mais enfim, bom saber disso, pois meu apoio e consideração por eles (pois conheço um dos membros) acaba por aqui.

Arena Metal – Cara, aqui em Pernambuco tem algumas bandas de Black Metal que fizeram parte da História, e como sempre toda cena se renova, com isso existem algumas bandas atuais deste estado que parecem querer se sobressair e ficam criando intrigas, como fosse uma briga de ego, qual a tua opinião sobre isso, teu respeito por essas bandas históricas? e teu envolvimento com as bandas atuais?
Peste - Eu entendo, isso é realmente complicado. Acho que os músicos de Black Metal daqui deviam deixar de certas atitudes infantis de lado e olhar um pouco mais para essa Cena daqui, as vezes eu nem considero de cena, saca? Por conta de certas atitudes sem noção que não vem ao caso, aqui existe mais pinguço com camisa de banda em vez de pessoas que sacam do movimento, eu acho isso bem ‘zuado’, no meu ponto de vista, no momento eu opto por evitar de entrar em contato com esse tipo de seres abjetos. Eu tenho um grande respeito pelas bandas antigas de Black Metal daqui, o Malkuth, por exemplo, eu acho o ‘trampo’ dos caras muito bom, total apoio, até convidei um membro da banda para gravar uma música na Black Devotion isso me rendeu algumas ameaças virtuais muito bizarras por sinal (risos).

Arena Metal - Sobre essa dependência química que você falou, realmente não faz sentido, pois como se dizer um ser forte, se na verdade se apóia em algo tão minúsculo?
Peste - Dá a entender que algumas pessoas gostam de firar bêbado caído no chão e vomitando sem nenhuma condição para trocar ideia, isso só faz sujar mais os poucos eventos/shows que se tem por aqui. Mas aí vai da consciência do indivíduo.

Arena Metal – E como se deu o convite a Sir Ashtaroth (Malkuth), na participação da faixa “Nobility and Honor”? Em que ele colaborou? Ele é quem faz aquela voz, com efeito ‘feise’?

Peste - Ele gravou todo o vocal da música. Primeiramente eu comentei com ele sobre essa participação em um show em que ele estava com o Malkuth (acho que foi no show que houve no bomber há um tempo, já que foi intitulado de “1º Ato de Reverência ao Bode”)

ele aceitou o convite daí eu enviei a letra e a música para ele ouvir e poder realizar a gravação do vocal. Foi uma honra para a Black Devotion ter uma participação dessa em uma música própria.

Arena Metal - A Black Devotion não só teve essa boa parceria com o Sir Ashtaroth, bem como teve seu lançamento com a Desgraça Records. Bom, a divulgação desse material está sendo em âmbito mundial? Está sendo apenas em formato k7, ou cd também? Você fornece link para download também?
Peste - Até agora o novo trabalho só foi lançado pela Desgraça Recs. em tape limitado a 50 cópias, a algumas semanas recebi alguns e-mails da Rússia para um possível lançamento em CD, mas ainda não está nada certo. Sobre o link para Download irei ‘upar’ as músicas em breve, para quem for esperto tem aí o famoso youtube e myspace (risos).

Arena Metal – Bem, vou agradecendo a entrevista cedida, nosso papo durou bastante, e por fim vou apenas fazer a última pergunta. Diga-me qual vai ser o primeiro cover que a banda irá fazer na primeira apresentação?
Peste - Provavelmente será alguma música do Watain. Agradeço pelo espaço aqui no Arena Metal PE, Fiquem ligados no site e na Black Devotion, em breve será divulgada uma novidade sobre a banda! BLACK METAL ELITE!
HAIL CHAOSOPHIA!  - AGIOS O VINDEX! ...To the Death.

Peste/Black Devotion.

Myspace

                                                                                             (Por Hugo Veikon)

<< Voltar ao Site