Banda: EMPTY BOOK

Categoria: Gothic Metal

Ano: 2009


Poucas são as bandas de Doom/Gothic aqui em Pernambuco. Porém ser mais um número não é o que se pode dizer desta banda em questão.

A EMPTY BOOK, em meu ponto de vista, conseguiu fazer a fusão de elementos aparentemente antagônicos: agressividade e melodia.

O Suspense para iniciar o Stuff, com a instrumental: “Preludio” e o sussurro de socorro “Damn Of Existence” de muito bom gosto, nos excitam a prosseguir e ouvir com cautela o “Serotonin Absence”.

Alguns dramas como as músicas: “Diathesis”,”Hemoftalmia”. E a letra triste da faixa “Lonely In The Empty And Dark Room” e a clássica da demo “Windows Of Soul”.

Os vocais, marco como destaque neste material, com oscilação gutural ao vocal limpo do vocalista, Ivan Souza, mas o ápice em termo de vocal fica para a vocalista Sobrano Márcia Raquel, ótima exploração com vocalização. A gravação ajudou bastante essa apresentação da vocalista Márcia Raquel.

O peso começa após a faixa que dá nome a banda, “Empty Book”, logo em seguida “Cruel Goodness”, “Obsession” e “Mysteries Of Night”. O andamento de drama e peso dá continuidade em “Double Face” e por fim o show de vocal de Márcia na “Wainting For The End (In The Bed Of Death, Final Judge)”

As passagens agressivas da banda parecem soar mais com o intuito de dizer – “fazemos algo pesado”, mas não aponto como forte da banda, contrário das partes light, essa a banda sabe trabalhar bem, principalmente o baterista Ricardo França. A bateria muito bem explorada, às vezes até demais, que eu chamaria de exagero, como quisesse mostrar mais técnicas que sentimentos da música em si. Trabalho no prato de condução sem nexo, certos momentos.

Não tenho mesmo o que aponto de negativo nesta banda, o teclado em ótima dosagem, de parabéns Demtrix Sayev! Guitarra ora alta, ora semi limpa, perfeita!

Baixo de Hermírio com sentimento de melodrama, e o violonista Elison completa a obra composta com 13 faixas de pura poesia e graduação sutil de misticismo.

(por Hugo Veikon)