Banda: CLAMUS

Categoria: Thrash / Death Metal

Ano: 2014

EP curto, resenha curta? Nem sempre! 

Um trabalho como esse do Clamus merece muito mais observações que apenas um breve comentário.

Oriundos de Fortaleza eles nos brindam, através da Rising Records, de Mossoró/RN, com um trabalho denso, pesado e violento intitulado "III", não acaso, o número de faixas do trabalho.

Logo nos primeiros acordes de "Colônia", ficam evidentes as habilidades dos músicos e força das composições. Apesar do título em português, a música é cantada em inglês. E aqui vem uma das ressalvas em relação ao trabalho: não há encarte no mesmo. Não sei se pra baratear o custo, mas espero que seja apenas para nos deixar ansiosos por um novo trabalho completo e maior em breve. 

A faixa seguinte, "Inconstancy", meio que segue seu título, pois não se limita em uma estrutura simples. Ouso dizer que há, no mínimo, umas cinco estruturas diferentes no som. Os riffs são cortantes e a bateria de Edu Lino quebram o ritmo em diversos momentos, mas os vocais principais, a cargo de Lucas Gurgel, que também toca guitarra, e auxiliares, a cargo do baixista Felipe Ferreira me fazem lembrar em diversos momentos o que era feito pelo Subtera. 

O último som, "Nitroblast", também é bem caótico e pesado, com alternâncias de voz e bateria ultra pesada. Nele fica evidente tanto o talento dos músicos da Clamus como de suas intenções de criar sons densos, caóticos e meio sem rótulos até pois sutis toques de death, grind e até black são notados, mas nada que seja tão escancarado.

A arte gráfica, a cargo de George Frizzo, atual Siege of Hate, é simple e emblemática.

Como citei anteriormente, espero que este seja apenas um EP de aperitivo para um trabalho maior e mais caprichado pois a qualidade destes caras os coloca a frente de muito gente por aí

Cheers!!!

[Facebook]

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site