Bandas: CAVERA

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2015

Já conseguimos notar na breve introdução intitulada "Collision" que este álbum dos gaúchos do Cavera tem um diferencial: Qualidade de produção. Mesmo se tratando de um lançamento independente, os caras não pouparam esforços pra mandar um trabalho muito bom, mas eu analisaria a possibilidade de sujar um pouco mais o som das guitarras no próximo trabalho. Mas, voltando ao cd, nesta primeira faixa eles até arriscam algo mais mecânico e quase industrial, ao melhor estilo do Nightrage, mas o timbre e as afinações  são mais tradicionais e mostram uma banda bastante focada, executando aquele thrash menos tradicional, no limite com o heavy tradicional, cuja referência mais latente sejam os americanos do Nevermore. Isso fica bem evidente após a segunda faixa, "Creatures".

Mas um bom destaque do cd é "Mental Killer" onde Rodrigo Rossi (guitarra e vocal), Catiano Alves (guitarra e backing) e Leandro Mantovani (baixo e backing) revezam as vozes em uma faixa de vocal bem grudento, mas muito legal.

Uma das faixas mais diferentes do cd é "Little General", onde os caras exploram vocais mais guturais, o baixo mais na cara e a letra com inserção de palavras em português no refrão. Nesta faixa a bateria de Emerson Santos combina momentos mais rápidos com mudanças de tempo bem diferentes. Este tipo de inserção eles repetem em outras duas faixas: "Snuff Box" (com frase em italiano, numa letra sobre drogas) e em "Calhordas" (cuja letra é toda em inglês!). Já a última faixa do cd, a ótima "La Strega Rossa / Senza Cura" é toda em italiano.

Por se tratar de uma banda que toca um estilo onde se evidencia muito as guitarras, particularmente senti falta de solos nas músicas do Cavera, tanto que um dos primeiros que se destacam só aparece na sexta faixa do cd, "Glistening Lips".

Mesmo com essa observação o cd tem outros destaques, como a curta "Unnamed Pills", que é um pouco mais acelerada e sem tantas variações como as demais.

O resultado final do material é muito satisfatório e prova que o Cavera tem muito potencial e está trilhando um caminho certo. De agora em diante basta apenas se consolidar.

Cheers!!!

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site