Banda: CLUBE DOS AMORES MISERÁVEIS

Categoria: Crossover

Ano: 2013

A C.A.M (ou Companhia dos Amores Miseráveis) é uma banda recifense, mais precisamente do bairro do Pina cujo nome foi retirado da tradução do titulo de uma música do primeiro cd do D.R.I (lembrando que o Anthrax também tem uma música com o mesmo título) e está na batalha há um certo tempo, apesar também de um hiato antes do lançamento deste EP.

Os primeiros sons do EP foram tirados do clássico filme “O Iluminado” e já dá um clima de tensão no ar. Os primeiros acordes da faixa Dr. Krânio são meio parecidos com algumas introduções dos Misfits e mostram que a banda acertou em termos de produção, com sons bem equalizados e destacados, principalmente o do baixo, que é bem na cara e super veloz. As influências da banda vão desde o punk mais tradicional ao hardcore clássico e, em alguns momentos, algo mais metalizado, que conhecemos como Crossover. As duas primeiras faixas não empolgam tanto quem curte um som mais metalizado, principalmente por causa das letras, mas em “Escravos da Ignorância” eles acertam a mão tanto no quesito de letras como nos arranjos e geram uma das melhores faixas do EP. A faixa-título mantém o clima mais pesado, mas perde um pouco do brilho ao ser seguida por “Máscaras da Verdade”, que na primeira audição até parece que estamos ouvindo Pesado, ex-vocalista do Cambio Negro HC, cantando no Sociedade Armada e com fúria de sobra. A última faixa, “Sou Gatão” é um tapa na cara das pessoas sem identidade própria e seguidores de modas musicais. O saldo final é que o C.A.M é uma ótima pedida para quem gosta de um som pesado sem muito metal mas com muita garra.

Facebook [AQUI]

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site