Banda: BURN IN PAIN

Categoria: Death Metal

Ano: 2013

Resenhar um CD de um amigo de longa data sempre é meio difícil, porque você tem que ser muito imparcial e não se deixar levar pela amizade e julgar algo errado, mas essa resenha será muito fácil de fazer.

É seguinte: três músicas, dois excelentes músicos, participação especial, arte gráfica muito criativa e qualidade acima da média.

Um vocal ignorante de Alcides Burn (Inner Demons Rise, ex-Next Pain, Subinfected) em “A Poem do Death” já prepara o campo para uma música cadenciada e forte. A guitarra de Danilo Coimbra (Malefactor, Divine Pain) tem um timbre bem característico e com pitadas de Heavy Metal aqui e ali. Meio difícil de citar influências claras pois temos de tudo um pouco e misturado. Os vocais limpos que precedem um pequeno solo até prevê alguma calmaria mas a pancadaria voltam em um ritmo mais cadenciado para cair num solo melódico e muito bem elaborado. A parte final do som é mais agitado e com maiores pitadas de Death Metal.

A faixa-título tem um riff muito legal que instiga bastante a batermos cabeça durante sua execução. O vocal “Death Metal sueco” de Alcides fica mais evidente durante o refrão, que muda o ritmo da música para algo mais rápido. Nesta faixa, há um excelente trabalho de bateria, que apesar de ter sido programada e executada por Danilo (que também fez o baixo neste trabalho) parece ter sido executada organicamente. Novamente Danilo executa um solo cativante, seguro e forte.

A última faixa, “Just Hangin On” tem letra de Rogério Mendes (ex-Infected, Decomposed God e Sanctifier) tem um clima meio Black Metal épico mas a narrativa inicial seguida pelo vocal brutal de Alcides nos faz flutuar entre o Death e o Black em diversos momentos. Efeitos de guitarra também dão um ótimo clima à faixa.

Parece texto copiado, mas o gostinho de “quero mais” fica latente quando terminam as faixas após pouco mais de 13 minutos. O fato do material ter sido apresentado e disponibilizado virtualmente é bastante louvável para alguns (Quem puder, baixe em http://burninpainproject.blogspot.com.br/ que vale a pena), mas eu mesmo não me contentaria só com essas três faixas, pois sei que esses caras podem nos oferecer muito mais em um futuro CD completo, físico e com todos os aparatos necessários (arte gráfica, fotos, letras...) e vale a pena torrarmos a paciência deles para que lancem mais material o quanto antes pois a qualidade do Burn in Pain é alta.

(por Léo Quipapá)

                                               << Voltar ao Site