Banda: BONEBREAKER

Categoria: Thrash Metal

Ano: 2007


O velho e bom Thrash Metal oitentista, é o que nos lembra a BONEBREAKER, banda de Recife, em um line-up com experiência de headbangers de bandas extintas, tais como os irmãos: o vocalista Pedro Ribeiro e o guitarrista Moyses Ribeiro, o baterista Carlos Dias (esses da Violence Blaster), o guitarrista Elvis Oliver (ex- Abyss of Darkness) e o baixista Lael Moraes (ex-As the Shadows Fall).

É com a aceleração e debreagem do vocalista Pedro, em “Car Wreckage”, que inicia esse petardo, uma track agitada, com berros e a velha levada core. A segunda faixa é a “Get up to Die”, que a cadência dá uma introdução mórbida a atmosfera da faixa, e um arranjo que vem a se repetir no meio da faixa, e os gritos agudos de Pedro parece ser um marco a esse excelente vocalista, com o nome que dá título a faixa impregna aos ouvidos. Qual é o nome da 3ª faixa? Pedro nos lembra “Thrash Metal Alcoólico...” e cospe o resto dos verbetes em português, ótima música pra polgar e ao final da música uma coisa que nos deixa em dúvida, não sabemos se é uma harmônica de guitarra ou um agudo de vocal. Pra finalizar ele invocam a “When the Devil is Here” que mais uma vez o vocal se assemelha a guitarra, nesta a banda mostra mais uma variação de cadência com brutalidade, o destaque nesta também seria as pegadas do baterista Carlos.

A qualidade gráfica ficou como pede o estilo, nada de moderno, com ilustração a punho e aplicado alguns efeitos de computação gráfica, o apoio da Suicide Apology Rec. foi fundamental pra que a BONEBREAKER viesse a romper fronteiras, pois pelo o que eu soube a idéia dos integrantes era um mero encontro pra tomar cachaça e não mais se integrar a banda como antes.

Veja também (Resenha Sobre Demo da Bonebreaker)

Contato: bonebreaker@gmail.com

(por Hugo Veikon)