Bandas: BASTTARDOS

Categoria: Rock and Roll

Ano: 2013

Resenhar alguns lançamentos é complicado pois muitas vezes é necessário fazer inúmeras audições do mesmo para tentar compreender o trabalho da banda ou projeto. No caso dos cariocas da Basttardos não foi bem assim pois a primeira audição já deixa de forma clara e direta o rock and roll cantado em português e com uma temática que nos remete a filmes de faroeste, apresentado no EP “Dois Contra o Mundo” que traz seis músicas.

Hoje em dia uma banda que se preze investe forte nas artes de capa mas isto que a Basttardos fez foi um fator chamativo, que faz o disco se destacar, fazendo com que o compradorimagine a sonoridade apresentada e a banda ganha cada vez mais credibilidade. O trio, ou ELEMENTOS, como eles se denominam na contra capa do disco (olha o visual falando mais forte!), é composto por Bernado Martins na bateria, Alex Campos guitarra/vocal e o Terceiro Elemento como baixista (este terceiro elemento é como se fosse um “mascote” da banda vestido com trajes totalmente estranhos, meio que um maníaco fugindo de um manicômio, tocando baixo numa banda de puro rock and roll).

O EP “Dois Contra o Mundo” foi gravado no Studio Attack com exceção das músicas “Nem Agoniza” e “Olhos Negros” que foram gravadas no Studio Bpm com produção dividida entre Alex Campos e Patrick Dias (que também gravou, masterizou e mixou) e em algumas músicas Igor Santos participou fazendo o mesmo processo.

A sonoridade trazida mostra letras argumentativas associando momentos na vida de uma pessoa, ou seja, letras reflexivas. Abrindo com a faixa bem agitada, “Sua Cama”, onde já é notável uma banda coesa e entrosada, guitarras sempre se destacando com os solos, riffs e slides. Seguindo com “Nem Agoniza” que é uma música mais pesada, com andamentos mais lentos e um arriscado de gutural de Alex Campos no início. “Presencio tua Ausência” traz fortes influências country com violões e slides na guitarra nos primeiros andamentos e já nos andamentos finais da música, mas no meio, a faixa seguiu os mesmos andamentos anteriores,  sendo mais melódica. Com a próxima, “Olhos Negros”, é notável o destaque do terceiro elemento nas linhas de baixo. Esta faixa mostra influências de bandas mais pop do cenário nacional. Dando seguimento com uma caixinha de música, “Fake” veio com o maior uso de gutural assim como a última faixa título do EP, “Dois Contra o Mundo”.

Com apenas estas 6 faixas o que nos resta é... Ouvir mais uma vez o EP, pois este fantástico trabalho é digno de ótimas críticas positivas.

(por Ismael Guidson)

                                               << Voltar ao Site