Banda: ANTHROPOPHAGICAL WARFARE

Categoria: Death Metal

Ano: 2003


Brutal e rápida a existência da horda ANTHROPOPHAGICAL WARFARE. Um Power trio que executa um Death Metal ensurdecedor, conforme constava em release, dizendo que: veio para estuprar tímpanos e romper as regras do conceito da música.

Assim, lançaram um Debut Demo tape “Alone in the Shadows” para vim com este split com a Recidivus.

A partir da sétima – número perfeito – O vocal e baixo Dimas começa aos berros a “Bestial Genocide” que de testa apresenta bem o espacamento e uma breve levada core. O refrão da música...bestial genocide.... e o riff cadenciado é o suficiente para abrir os caminhos.

Na “Wrath of Immortal”, aquela velha mania do Death de chamar a música com guitarra é o que faz o guitarrista Demetrio, o baterista Erik vai na onda e faz a tradicional marcha. Nada de extraordinário e técnico, pois não é o interesse da banda fazer isso.

Misturar marcha e cadência é o ponto forte da horda, riffs de guitarra sujos e cortantes. Quem espera algo extremo da banda, espera errado foi o que eles mostraram nas faixas “Detruction” e “Death Storm”. Chegaram, inclusive, a resenhar em zine que os guerreiros Warfares lembravam a Krisun, algo totalmente sem nexo.

Bem, a banda acabou (parou), mas deixou um registro, que eu diria: muito mais reconhecido fora do estado do que dentro.

(por Hugo Veikon))