Banda: AHRIMAN

Categoria: Death Metal

Ano: 2009

Posso dizer que o AHRIMAN é formada por Pedro, Edgar Soares, Denisson e o Death Metal. Devo incluir o estilo Death Metal como membro desta banda, pois é real e é o que se ouve, de fato, com originalidade, sem fazer uma linha das bandas já existentes aqui em Pernambuco. O AHRIMAN veio fazer o diferencial.

E é com “Revelations”, repleta de ligaduras em seus riffs introdutórios e levadas em tempo binário, que eles nos mostram seu fudido Death Metal. Com esta faixa eu diria que os caras sabem fazer música, pois não há muitas frases (verbo) expelidas pelo vocalista Pedro, e isso mostra a parte mais instrumental da banda de modo que não torna a faixa chata, muito pelo contrário. E, por incrível que pareça, é uma música sem solo, com puras bases e que conseguem instigar.

“Impurity” é o segundo petardo da banda, que ao contrário da anterior, já se inicia com guturais e riffs dentro de escalas do guitarrista Edgar. Nesta a AHRIMAN explora bastante seu guitarrista, com solos, que apesar de estarem baixos são bem audíveis e bem sincronizados.

“Paradise in Sodomize”, é bate estaca de pregar o INRI! Variações de riffs, que até mesmo antes de guturar são tocados e dosados com empolgação fudida, ou seja, música putamente rica de riffs. Julgaria nesta faixa também a bateria com bate estacas, viradas e tradicionais levadas do blues acelerado, cadenciando entre colcheia com ponto de aumento e semicolcheia.

Viradas, arranjos de pratos e lapadas proporcionadas principalmente pela batera de Denisson (Phill) e a guitarra de Edgar – “Massive Pain of New Flesh (Power of My Hate)” segue a ideia da terceira faixa adicionando alguma essência da primeira pois também é rica em ligaduras, porém nada que a torne repetitiva.

Gritos de tormento é a chamada da faixa “The Torment of White Souls” e talvez a track mais pesada da demo “Apology of Destruction”, dependendo do ponto de vista.

A banda fecha este material com excelente gravação, criatividade e, devo dizer, reconhecimento, pois sei que isso eles já têm dos bangers pernambucanos. Eles estão sempre dispostos a tocar em shows, como também promover eventos para levantar esta cena que, pela boca de alguns defuntos do estado, dizem estar morta. Morta um ca*alho. Parabéns AHRIMAN!

Contato: immortal_bloodshed@hotmail.com

(por Hugo Veikon)